Família de idoso agredido chama policial civil de "monstro" e diz que pedido de perdão foi forjado

Olhar Direto - Fabiana Mendes A família do idoso agredido por um policial civil, Vitalino Xavier Santos, de 91 anos, em uma agência bancár...

Família de idoso agredido chama policial civil de

Olhar Direto - Fabiana Mendes

A família do idoso agredido por um policial civil, Vitalino Xavier Santos, de 91 anos, em uma agência bancária de Cuiabá, na última sexta-feira (27), se manifestou por meio de nota, nesta terça-feira (31), sobre o pedido de perdão do investigador Afonso Batista. Na nota, assinada pelo advogado Isaque Levi Batista, a família chamada o agressor de "monstro", e diz que desacredita no pedido de “perdão forjado”, de alguém cujo histórico denuncia desequilíbrio emocional, já que teria agredido um vizinho com tijoladas na cabeça, além de disparos de arma de fogo contra transeuntes sem justificativa plausível, afirma a nota.


“A família responde afirmando o perdão espiritual a um ato de 'violência imensurável', no entanto, espera que a justiça venha à evidência, como forma de desestimular novos atos dessa natureza”, diz.


A nota afirma que o pedido de perdão visa contornar a repercussão e repulsa da sociedade a violência por ele cometida. Apesar de expressarem o perdão ao policial civil, a nota diz que “perdoar não significa saciar a sede de justiça”.


Além disso, aponta o investigador como uma pessoa com histórico de desequilíbrio emocional. “Alguém, cujo passado se resume em agredir o vizinho com tijoladas na cabeça de forma gratuita e de disparos de arma de fogo contra transeuntes sem qualquer justificativa plausível”, aponta trecho da nota.


Ailton vai responder administrativamente perante a corregedoria e na esfera civil e criminal. A nota foi publicada pela Diretoria do Sindicato dos Investigadores de Polícia do Estado de Mato Grosso (Sinpol-MT).


Veja a nota na íntegra:
"Todas as vezes que fecho os olhos e imagino aquela cena, de um idoso de 91 anos, indefeso, sendo COVARDEMENTE agredido por um monstro, que se identifica como policial, confesso que involuntariamente escorrem lágrimas de meus olhos.


Minhas lágrimas representam minha dor, minha revolta como humano, como advogado, como servidor público que sou, e principalmente, como neto ao ver meu avô sendo vítima de uma brutalidade imensurável.


Vejo agora um pedido de "PERDÃO" que me desacredita, um pedido de "PERDÃO" forjado e muito bem escrito de alguém cujo histórico denuncia seu desequilíbrio emocional. Alguém, cujo passado se resume em agredir o vizinho com tijoladas na cabeça de forma gratuita e de disparos de arma de fogo contra transeuntes sem qualquer justificativa plausível.


Um pedido de "PERDÃO" que tão somente visa contornar a repercussão e repulsa da sociedade a violência por ELE cometida; um pedido de "PERDÃO" que subjetivamente tenta vitimizar o AGRESSOR; UM PEDIDO DE "PERDÃO" EIVADO DE JUSTIFICATIVAS AO INJUSTIFICÁVEL!


Como cristãos praticamos diariamente a LIBERAÇÃO DO PERDÃO. Desta forma, oramos para que o AGRESSOR jamais passe pelo que estamos passando e ELE jamais tenha um filho, avô ou bisavô INJUSTAMENTE acusado, ofendido e COVARDEMENTE AGREDIDO.


Mas perdoar não significa saciar a sede de JUSTIÇA, e como tal o AGRESSOR terá que arcar com as consequências daquilo que fez, ESTAMOS EMBUIDOS PARA QUE ELE JAMAIS VOLTE A AGREDIR OUTRA PESSOA, SEJA ELA CRIANÇA, ADULTO, MULHER OU IDOSO. E para isso faremos uso de todos os mecanismos legais, confiando em nosso judiciário, e principalmente na POLÍCIA JUDICIÁRIA CIVIL DO ESTADO DE MATO GROSSO que indubitavelmente jamais será manchada pela ação deste monstro que se diz policial.


Tenhamos o que ocorreu como um momento de aprendizado, de reflexão, e especialmente de aprendizado da cultura de respeito aos IDOSOS, que tanto contribuíram com nossa população. Tenhamos no desfecho disso, o exemplo de que ATOS DE VIOLÊNCIA E DISCRIMINAÇÃO CONTRA O IDOSO não serão admitidos por nossa sociedade, e serão devidamente rechaçados pelos órgãos constitucionalmente admitidos, mostrando QUE NINGUÉM ESTÁ ACIMA DA LEI!"

Nome

Agenda,2,By Regis,7,Coberturas,89,DESTAQUE,3,NODECK,2,Noticias,1101,Social,168,Velho Oeste,1,Videos,106,VidroLider,1,
ltr
item
Acontece MT: Família de idoso agredido chama policial civil de "monstro" e diz que pedido de perdão foi forjado
Família de idoso agredido chama policial civil de "monstro" e diz que pedido de perdão foi forjado
http://www.olhardireto.com.br/imgsite/noticias/pjc(26).jpg
Acontece MT
http://www.acontecemt.com.br/2018/07/familia-de-idoso-agredido-chama.html
http://www.acontecemt.com.br/
http://www.acontecemt.com.br/
http://www.acontecemt.com.br/2018/07/familia-de-idoso-agredido-chama.html
true
4102166608156986089
UTF-8
Loaded All Posts Not found any posts VER TODOS Leia Mais Responder Cancelar Excluir Por HOME PÁGINAS POSTS Ver Todos RECOMENDADO PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO BUSCAR TODOS Não foi encontrado nenhuma correspondente à sua busca! Voltar ao início Domingo Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb January February March April May June July August September October November December Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Seguir ESTE CONTEÚDO É PREMIUM Please share to unlock Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy