Mais mobilidade, menos controle: as mudanças que Arrascaeta provoca no Flamengo

O uruguaio tem um jogo parecido com o de Gabigol e sua entrada modifica toda a estrutura e forma de jogar do time. CELSO PUPO/E...


O uruguaio tem um jogo parecido com o de Gabigol e sua entrada modifica toda a estrutura e forma de jogar do time.



CELSO PUPO/ESTADÃO CONTEÚDO

O Flamengo fez seu melhor jogo no Carioca com Arrascaeta de titular, no lugar de Diego. Era o que a torcida pedia desde sempre.


A demora pelo "time ideia" tem motivos. Abel não queria queimar o uruguaio, que teve longo tempo de adaptação no Cruzeiro - chegou em 2015 e só foi ser titular em 2017. Manter Diego no time cumpriu o propósito de adaptar o time a uma nova ideia de jogo e fazer o rodízio que Abel proclamou no início do ano. Adicione a isso uma ideia equivocada sobre o jogador: ele não é, nem nunca foi um camisa 10. Um pensador de jogo, um articulador como Diego.




Fisicamente mais rápido, mas menos forte, ele cresce quando tem espaço para correr e se movimenta de dentro para fora. Um lance deixou claro a dificuldade de jogar assim: a bola perdida para o Fluminense na semifinal da Taça Guanabara. Sua entrada exige ajustes, como o "novo" 4-2-3-1 exibido contra o Vasco: Arrasca na esquerda, Gabigol na direita, invertendo com Bruno Henrique, e Éverton Ribeiro, que sempre joga do lado direito e puxa para dentro.


Flamengo joga num 4-2-3-1, com Gabigol, Éverton Ribeiro e Arrascaeta compondo a linha de meias — Foto: Leonardo Miranda



A mudança mais visível é na mobilidade. Arrascaeta gosta de verticalizar as jogadas - ou seja, puxar para dentro e tentar o gol. Diego ficava mais recuado, tabelando e criando na intermediária. O Flamengo perde um jogador no meio e ganha um na área. Para gerar mais criatividade antes da bola chegar ao meio, o time passou a girar mais: todo mundo se movimentando e aproximando, como Rodrigo Caio nesse lance.

Mobilidade com Arrascaeta saindo da esquerda — Foto: Leonardo Miranda


Na sequência da jogada, você vê que apenas um lateral está apoiando. Ele vai passar para Arrascaeta. É outra mudança na estrutura: o papel dos laterais. Se antes eles precisavam avançar para triangular com Diego e Éverton, agora eles seguram mais, já que Arrascatea está sempre perto da área. É mais vantajoso ter apenas um para fazer o cruzamento e outro perto dos zagueiros, protegendo o time em caso de contra-ataque.

Arrascaeta perto do gol no Flamengo — Foto: Leonardo Miranda



Você percebeu que Willian Arão está dentro da área, teoricamente no lugar de Gabriel? Não é por acaso. Gabigol recuou e ficou na linha de Éverton Ribeiro para preencher o espaço. Essa troca de posicionamento é a principal arma do Flamengo para quebrar a defesa rival. A ideia é sempre preencher o espaço e aproximar do companheiro. Se Arão vai, Gabigol fica. Se Arrascaeta recua, Éverton aproxima. Um grande carrossel onde todos giram e movimentam.




A principal perda coletiva é na saída de bola. Arrascaeta não é de buscar o jogo dos zagueiros e pensar as jogadas, papel que ficou quase que exclusivamente com Éverton Ribeiro. O Vasco não subiu tanto a marcação nesses momentos e o Fla conseguiu sair jogando com bastante calma. Mas contra times mais fortes, incluindo na Libertadores, pode ser mais vantajoso preservar mais a bola e controlar o ritmo da partida.

Flamengo construindo as jogadas com Éverton Ribeiro mais centralizado — Foto: Leonardo Miranda


Em contraponto, o time ganha objetividade. Qualquer contra-ataque ou bola mais longa vira perigo. Foi assim que o segundo gol começou, numa jogada de linha de fundo.

Arrascaeta puxa a jogada do segundo gol — Foto: Leonardo Miranda



Em resumo:



Arrascatea é um jogador menos associativo e mais vertical
Sua entrada deixa o time mais direto, povoando mais o ataque e menos o meio
Exige que Gabigol, Arão e os laterais rodem o posicionamento para preencher o meio
Faz o time chegar mais ao gol, mas cadencia menos o jogo




É normal um time não convencer em março, com apenas 2 meses num clube. O trabalho dos técnicos é sempre a longo prazo. Sempre há um próximo jogo. É um universo diferente da pilha das redes sociais. Quem ganha com essa "demora" programada e muito criticada foi o Flamengo. Quase classificado na Libertadores, a equipe ganha importantes variações para o longo e difícil Brasileirão, além de cumprir a necessidade de vencer o longo inverno do estadual com uma grande atuação no maior rival.
Nome

Agenda,2,Brasil,204,Coberturas,51,DESTAQUE,2,Esporte,7,Notícias,936,Polícia,10,Rosário Oeste,76,VÍDEOS,65,
ltr
item
Acontece MT: Mais mobilidade, menos controle: as mudanças que Arrascaeta provoca no Flamengo
Mais mobilidade, menos controle: as mudanças que Arrascaeta provoca no Flamengo
https://2.bp.blogspot.com/-UjTvOgTXssk/XLTVEbgZ4gI/AAAAAAAAR0U/XvijhWR0la0_pY-tLFGcAFnB9b4DBarSwCLcBGAs/s640/fta20190411409.jpg
https://2.bp.blogspot.com/-UjTvOgTXssk/XLTVEbgZ4gI/AAAAAAAAR0U/XvijhWR0la0_pY-tLFGcAFnB9b4DBarSwCLcBGAs/s72-c/fta20190411409.jpg
Acontece MT
http://www.acontecemt.com.br/2019/04/mais-mobilidade-menos-controle-as.html
http://www.acontecemt.com.br/
http://www.acontecemt.com.br/
http://www.acontecemt.com.br/2019/04/mais-mobilidade-menos-controle-as.html
true
7112361718051245540
UTF-8
Loaded All Posts Not found any posts VER TODOS Leia Mais Responder Cancelar Excluir Por HOME PÁGINAS POSTS Ver Todos RECOMENDADO PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO BUSCAR TODOS Não foi encontrado nenhuma correspondente à sua busca! Voltar ao início Domingo Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb January February March April May June July August September October November December Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Seguir ESTE CONTEÚDO É PREMIUM Please share to unlock Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy