TCE suspendeu licitação de empresa alvo do Gaeco que gerenciava conteiners em escola de Rosário Oeste

Fonte: Midia News Conselheiro apontou suposto conluio entre Aroeira Contruções e Relumat, ambas ligadas a Ricardo Sguarezzi Diante de indíci...

Fonte: Midia News

Conselheiro apontou suposto conluio entre Aroeira Contruções e Relumat, ambas ligadas a Ricardo Sguarezzi

Diante de indícios de fraudes envolvendo as empresas Aroeira Construções e Incorporações e Vendas Ltda. e a Relumat Construções Ltda, vencedoras de dois processos licitatórios lançados pela Secretaria Municipal de Educação de Cuiabá, o Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT) mandou suspender, imediatamente, um pregão eletrônico e uma ata de registro de preço para locação de 100 salas móveis constituídas em módulos metálicos, similares a contêineres, no valor anual de R$ 4,2 milhões para atender a Pasta da Educação na Capital.

Em sua decisão, o conselheiro interino Moisés Maciel ressalta que a “fraude foi corroborada após o exame minucioso de Inscrição e Registro no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), e do Quadro de Sócios e Administradores (QSA), emitidos pela Receita Federal do Brasil, comprovando que o quadro societário, os telefones, o capital social, e, praticamente, o endereço das sedes empresariais, são os mesmas, configurando em ‘empresas irmãs’, tendo em vista, que os sócios Rodrigo Fernando Sguarezi e Ricardo Augusto Sguarezi pertencem a mesma família”.

A abertura do pregão eletrônico ocorreu no dia 25 de fevereiro deste ano e o encerramento no dia 8 deste mês. Em sua decisão, o relator do caso ressalta que ao analisar o processo administrativo a equipe técnica do TCE “constatou fraude no Pregão Eletrônico 07/2019/SME em decorrência de conluio entre as empresas Aroeira Construções e Incorporações e Vendas Ltda. e a Relumat Construções Ltda., com a suposta anuência e negligência da Secretaria Municipal de Educação de Cuiabá”.

Consta ainda na decisão do conselheiro que o valor indicado na Ata de Registro de Preço 04/2019/SME foi registrado com sobrepreço e, consequentemente, potencial superfaturamento de R$ 858 mil ao ano, o equivalente a 20% do total registrado, considerando que o contrato, ainda, não foi homologado e tampouco os valores empenhados.

Diante disso, a referida Secretaria de Controle Externo (Secex), em razão de irregularidades insanáveis e do possível dano ao erário propôs o recebimento da representação de natureza interna para que seja transformada em tomada de contas e a expedição de medida cautelar a fim de que seja suspenso, imediatamente, qualquer contratação, pagamento e adesão decorrente da Ata de Registro de Preço (ARP 04/2016/SME).

Propôs ainda citação do Secretário Municipal de Educação, Alex Vieira Passos, o diretor de Infraestrutura da Secretaria de Educação, Ivan Salles Garcia, as empresas Relumat Construção e Aroeira Construções e Incorporações e Vendas e seus sócios, Rodrigo Fernando Sguarezi e Ricardo Augusto Sguarezi. Todos deverão apresentar manifestações quanto às irregularidades apontadas pela equipe técnica e as respectivas responsabilidades atribuídas a cada um.

Os pedidos foram acolhidos pelo conselheiro relator. Ele enfatiza em sua decisão que “demonstrou-se não só a fraude nos certames, possível sobrepreço e superfaturamento estimado em 20%, como entendo, também, que a decisão da Secretaria Municipal de Cuiabá em locar 100 (cem) salas móveis constituídas em módulos metálicos, similares a “contêineres”, no valor anual de R$ 4.200.000,00 (Quatro milhões e duzentos mil), é uma medida desacertada tendo em vista que recentemente, noticiou-se que o projeto é inviável”.

Ainda de acordo com Moisés Maciel, em municípios como Rosário Oeste, verificou-se que as estruturas de contêineres usadas como salas de aula não têm manutenção e, tão pouco, vistoria do Corpo de Bombeiros para atestar a segurança.

Destaca que inicialmente o entendeu-se como solução, tornou-se uma problema, considerando que as condições climáticas do Estado inviabiliza a continuidade do projeto, considerando as altas temperaturas, predominantemente, nos 12 meses do ano.

“Além do calor insuportável devido a adoção de estruturas metálica e a ausência de ventilação adequada, tem-se a notícia que várias aulas foram cancelas e muito alunos foram desmotivados à continuar aos estudos em razão das condições precárias”, afirma o membro do TCE na cautelar.

Pela decisão do conselheiro, está suspensa a homologação do Pregão Eletrônico 007/2019 (PE 07/2019/SME) e o cancelada a Ata de Registro de Preço (ARP04/2016/SME); assim como, a suspensão de qualquer pagamentos pendentes. A medida deve ser comunicada a todos os órgãos e ou instituições que eventualmente tenham aderido a referida ata sob pena de aplicação de multa de 50 UPFs/MT porcada dia de descumprimento. Os gestores envolvidos deverão cumprir a decisão imediatamente e o controlador-geral do município de Cuiabá será notificado a tomar conhecimento dos fatos e se manifestar nos autos.

O conselheiro determinou ainda a desconsideração jurídica das empresas Relumat Construção e Aroeira Construções e Incorporações e Vendas nos termos do artigo 144 da Resolução Normativa n.º 14/2007 do RITCE/MT c/c o artigo 50 do Código Civil.

Esquemas de corrupção na Seduc

O empresário Ricardo Sguarezi foi alvo da Operação Rêmora deflagrada em maio de 2016 pelo Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) para desarticular um esquema de fraudes a licitações orçados inicialmente em R$ 56 milhões sob o comando do então secretário estadual de Educação, Permínio Pinto (PSDB).

As empresas Aroeira Construções e Relumat, conforme as investigações, participaram de um cartel com pagamento de propina para servidores e agentes públicos envolvidos no esquema. Ricardo virou delator e réu em ação penal derivada da operação.

Nome

Agenda,2,Brasil,204,Coberturas,51,DESTAQUE,2,Esporte,7,Notícias,936,Polícia,10,Rosário Oeste,76,VÍDEOS,65,
ltr
item
Acontece MT: TCE suspendeu licitação de empresa alvo do Gaeco que gerenciava conteiners em escola de Rosário Oeste
TCE suspendeu licitação de empresa alvo do Gaeco que gerenciava conteiners em escola de Rosário Oeste
https://3.bp.blogspot.com/-a8yWuRoROmU/XJfYo_kQRXI/AAAAAAACE3Y/o1kFnV4OJToiSBTZKgpgP8K6HHgFAw6gwCLcBGAs/s1600/67cb01afa982f77a2de1bb9bfa89ff5a.jpg
https://3.bp.blogspot.com/-a8yWuRoROmU/XJfYo_kQRXI/AAAAAAACE3Y/o1kFnV4OJToiSBTZKgpgP8K6HHgFAw6gwCLcBGAs/s72-c/67cb01afa982f77a2de1bb9bfa89ff5a.jpg
Acontece MT
https://www.acontecemt.com.br/2019/03/tce-suspendeu-licitacao-de-empresa-alvo.html
https://www.acontecemt.com.br/
http://www.acontecemt.com.br/
http://www.acontecemt.com.br/2019/03/tce-suspendeu-licitacao-de-empresa-alvo.html
true
7112361718051245540
UTF-8
Loaded All Posts Not found any posts VER TODOS Leia Mais Responder Cancelar Excluir Por HOME PÁGINAS POSTS Ver Todos RECOMENDADO PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO BUSCAR TODOS Não foi encontrado nenhuma correspondente à sua busca! Voltar ao início Domingo Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb January February March April May June July August September October November December Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Seguir ESTE CONTEÚDO É PREMIUM Please share to unlock Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy