Em meio à investigação, Governo acusa deputado de espalhar fake news sobre respiradores


Um dia após o governador Mauro Mendes (DEM) registrar boletim de ocorrência para que a Polícia Civil apure o compartilhamento de mensagens falsas, no caso relacionado ao depósito de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) do Ginásio Aecim Tocantis, o Governo do Estado acusou o deputado Ulysses Moraes (PSL) de propagar “fake news” em uma nova polêmica envolvendo supostos respiradores sem uso em um depósito. O parlamentar afirma que os itens estão estocados desde abril.

“O deputado Ulysses Moraes infelizmente propaga mentiras, mesmo após ter recebido todas as informações da equipe técnica da Secretaria de Estado de Saúde (SES) sobre os respiradores recebidos pelo Governo de Mato Grosso”, diz trecho da nota.

“Na segunda-feira (22.06), o Estado recebeu 20 respiradores do Ministério da Saúde, sendo dez fixos e dez para transporte. No mesmo dia, 10 equipamentos foram encaminhados para a Santa Casa de Rondonópolis - 5 fixos e 5 de transporte. Os demais aparelhos foram entregues nesta sexta-feira (26.06) ao município de Cuiabá, para auxiliar na abertura de mais Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) para o combate à Covid-19. Desta forma, a prefeitura da capital recebeu cinco respiradores fixos e outros cinco, móveis para transporte de urgência. O restante do estoque que está no depósito é exclusivo de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), que nunca faltaram na Rede Hospitalar Estadual”, continua o esclarecimento.

Esta semana, um áudio acompanhado de fotos circulou nas redes sociais afirmando que o Estado mantinha respiradores e EPI’s estocados no Ginásio Aecim Tocantins. A gravação denuncia uma suposta falta desses itens nas unidades que tratam a Covid-19.

Em um vídeo, bastante exaltado, o secretário de Saúde do Estado, Gilberto Figueiredo chamou de “vagabundo” o autor da mensagem, que segue com sem identidade revelada. No mesmo dia, o governador Mauro Mendes registrou um boletim de ocorrência. Assim que identificada, essa pessoa irá responder criminalmente pelo fato, podendo inclusive ser presa. Também podem ser alvos da investigação quem compartilhou tanto o áudio como as fotos, como sendo de respiradores e monitores que estariam “escondidos”.

As acusações do deputado Ulysses Moraes foram compartilhadas em suas redes sociais. Após a divulgação desta nota, o parlamentar voltou ao depósito onde registrou as imagens anteriores, usadas em sua acusação.

Ao Olhar Direto, Ulysses confirmou que nesta sexta-feira (26) os respiradores não se encontravam mais no depósito, assim como diz a nota divulgada pelo Governo. Segundo o deputado, a verificação foi feita através de um documento, mas ele e o deputado Elizeu Nascimento (DC) não tiveram autorização para entrar novamente no local.

Veja a íntegra da nota do Estado:

NOTA
A VERDADE DOS FATOS

O deputado Ulysses Moraes infelizmente propaga mentiras, mesmo após ter recebido todas as informações da equipe técnica da Secretaria de Estado de Saúde (SES) sobre os respiradores recebidos pelo Governo de Mato Grosso.

Na segunda-feira (22.06),  o Estado recebeu 20 respiradores do Ministério da Saúde, sendo dez fixos e dez para transporte. No mesmo dia, 10 equipamentos foram encaminhados para a Santa Casa de Rondonópolis - 5 fixos e 5 de transporte.

Os demais aparelhos foram entregues nesta sexta-feira (26.06) ao município de Cuiabá, para auxiliar na abertura de mais Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) para o combate à Covid-19. Desta forma, a prefeitura da capital recebeu cinco respiradores fixos e outros cinco, móveis para transporte de urgência.

O restante do estoque que está no depósito é exclusivo de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), que nunca faltaram na Rede Hospitalar Estadual.

É lamentável que neste momento em que estamos lutando para salvar vidas, temos que gastar tempo para desmentir Fake News.

É lamentável que neste momento em que estamos lutando para salvar vidas, temos que gastar tempo para desmentir Fake News.

POR: OLHAR DIRETO
Postagem Anterior Próxima Postagem