Governo deve publicar ainda hoje aquisição emergencial de medicamentos para coronavírus


O Governo do Estado deve publicar ainda nesta quarta-feira (23) um decreto de aquisição emergencial de seis medicamentos para compor o estoque farmacêutico da atenção básica de saúde. A intenção é fornecer aos profissionais os remédios a serem usados no início do tratamento contra o novo coronavírus (Covid-19).

Os medicamentos, apelidados de “Kit Covid”, no entanto, não devem ser administrados àqueles que não necessitam. Segundo o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, a intenção é que eles sejam prescritos por médicos.

“Eu sou contra fazer um pacotinho de remédio ir para um sinaleiro e ficar distribuindo nos carros, porque isso é exercício ilegal da profissão. Quem prescreve é médico. Simplesmente colocar um monte de gente entregando pacotinho de remédio pra quem precisa e pra quem não precisa é ilegal”, afirmou Gilberto.

Segundo ele, a aquisição destes medicamentos é de competência da esfera municipal. No entanto, neste momento de pandemia o governo do Estado pretende ajudar os municípios que estão em déficit.

“O governo concorda que haja atendimento precoce. Muitos desses remédios são administrados em alta escala, muitas pessoas estão tomando”, explicou. Estes medicamentos, caso realmente sejam adquiridos, serão destinados à atenção primária e secundária.

Gilberto ainda questionou o porque de as Prefeituras não terem adquirido estes medicamentos até agora. “Que tipo de atendimento será feito? É só medir a temperatura e mandar o paciente embora pra casa? Pra isso ele não precisa ir até a unidade de saúde”, disse. “É preciso ter algo além de uma entrevista ao paciente. É preciso prescrever algo básico”.

O secretário lembrou que se reuniu com médicos para definir um protocolo de atendimento aos pacientes com coronavírus, mas não citou nomes de remédios, lembrando que eles devem ser prescritos somente por médicos, já que o uso indiscriminado pode trazer efeitos negativos, dependendo do paciente e seu histórico de saúde.

POR: OLHAR DIRETO
Postagem Anterior Próxima Postagem