Colégio Isaac Newton cria moderno sistema de ensino durante pandemia em Cuiabá


A direção da instituição afirma que as horas/aulas estão planejadas e serão concluídas até o dia 22 de dezembro de 2020.

Buscando manter a qualidade no ensino, o Colégio Isaac Newton (CIN), em Cuiabá, investiu em um moderno sistema de educação ao se deparar com a pandemia do coronavírus (Covid-19) em Mato Grosso.

A instituição criou métodos e alternativas eficazes para atender os mais de 2,2 mil alunos – do maternal ao pré-vestibular – que estão participando das aulas de forma online. As aulas estão suspensas por força de decreto municipal desde o dia 23 de março.

Segundo o diretor pedagógico e administrativo do CIN, Luiz Salvador Jorge da Cunha, na semana seguinte à suspensão das atividades, o colégio já começou a operar um Ensino com Aproximação Digital, onde os alunos puderam continuar a rotina de aprendizagem mesmo à distância.

A fórmula para manter a qualidade da instituição cuiabana também se estendeu ao sistema Positivo de Ensino, de Curitiba, que disponibilizou aulas aos estudantes por vídeos.

A medida foi bem aceita e apresentou resultados com os alunos, na avaliação do diretor.

“Foi uma odisseia desde março. Em uma semana estruturamos o departamento. Inicialmente, também contamos com apoio do Sistema Positivo. Atualmente disponibilizamos para todos os alunos uma plataforma digital que nos aproxima com segurança e excelência”, disse o diretor.

Desta maneira, os alunos continuam aprendendo com conteúdos novos, interagem com os professores, realizam atividades, provas e avalições em geral.

O CIN foca na estrutura e equipa 10 salas de aula para transmissão em tempo real.

Quando as medidas de isolamento forem suspensas e as aulas presenciais foram retomadas, o colégio já pensou em uma estratégia para garantir a segurança dos estudantes sem perder o padrão de ensino.

“Vamos obedecer com rigor o distanciamento e tomar todas as precauções: metade dos alunos vai assistir aula presencial em uma semana e a outra metade ficará em casa. Na outra semana, inverte. As aulas seguem com o conteúdo”, afirmou.
Para essa adequação, o colégio está transformando todas as salas de aulas em estúdios de gravação e transmissão ao vivo para assim garantir a qualidade do ensino e à segurança da saúde dos alunos.

O CIN vai oferecer também reforço aos estudantes que ainda tenham algum tipo de dificuldade em meio às limitações da pandemia.

“Nós estamos preparados para essa pandemia. No meu cálculo, se resolvêssemos fazer, demoraríamos entre 3 a 4 anos o que já fizemos e executamos até agora”, estimou o diretor.

As planilhas das horas/aulas já estão traçadas até o dia 22 de dezembro de 2020. A direção diz que não entrará em janeiro de 2021 com o plano pedagógico do no anterior.

CONTEÚDO DE RESPONSABILIDADE DO ANUNCIANTE - CIN
Postagem Anterior Próxima Postagem