Com 40% de evasão e 44% de inadimplência, 25 escolas particulares já fecharam as portas em MT


Com o funcionamento paralisado desde o mês de março e sem a previsão de uma retomada as aulas, as escolas particulares de Cuiabá e do resto do Estado estão tendo enormes problemas financeiros com a pandemia do coronavírus. Até o momento, 25 colégios já fecharam as portas em Mato Grosso e o número de evasão de alunos já chega a 39,2% em Mato Grosso.

A informação foi confirmada pelo Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino de Mato Grosso (Sinepe -MT), Gelson Menegatti, que explicou que além do alto número de saída de alunos, já existe um percentual de 44% de inadimplência nas escolas.

“Até o mês de junho, levantamos que existia 39,23% de evasão e 44% de inadimplência. Somente em Cuiabá, já tivemos 15 escolas que precisaram fechar as portas e outras 10 no interior”, explicou ao Olhar Direto.

Ainda conforme o Sinepe-MT, o setor que está sendo mais atingido é o da educação infantil, como creches e berçários, onde teve unidades com até 100% de evasão de alunos nos últimos quatro meses.

As aulas em todo o Estado foram suspensas em Decreto assinado pelo governador Mauro Mendes (DEM) no dia 23 de março, logo após o primeiro caso de Covid-19 ser diagnosticado em Cuiabá.

No mês de maio, a Assembleia Legislativa aprovou uma lei que obriga as escolas particulares a concederem um desconto de 5% no valor da mensalidade enquanto pendurar o período da pandemia do novo coronavírus.

A lei aprovada ainda proíbe as instituições de ensino registarem dívidas em aberto nos órgãos de proteção ao crédito enquanto durar o do Plano de Contingência Nacional e Estadual gerado Covid-19.

POR: OLHAR DIRETO
Postagem Anterior Próxima Postagem