Contrato com o Flamengo oferece a Jorge Jesus quase o dobro de salário de proposta para voltar ao Benfica

Rio de Janeiro
 

O dinheiro não tirará Jorge Jesus do Flamengo. Por mais que possa ser confortável seu retorno ao Benfica, por ficar perto de casa, da família e por ter um contrato de quatro anos. Mas o dinheiro anual gira em torno de 2 milhões de euros, livres de impostos. O Flamengo paga 3,7 milhões de euros por temporada. A possibilidade de transferência não passa por este fator.
Jorge Jesus, técnico do Flamengo — Foto: André Durão
Jorge Jesus, técnico do Flamengo — Foto: André Durão
Em Portugal, cogita-se que Jorge Jesus viaje para Lisboa já na quinta-feira, com ou sem o troféu do Campeonato Carioca. É impossível dizer, neste momento, se Jorge Jesus aceitará ou rejeitará a proposta do Benfica. Dá para saber que, se topar, não será pelo aspecto econômico.
Seus agentes falam sobre a estabilidade. Com pouca chance de assumir um clube como Real Madrid ou Barcelona, voltar a Portugal com um contrato de quatro temporadas poderia responder uma aposentadoria tranquila. Seriam 8 milhões de euros garantidos por quatro anos. O Flamengo oferece 3,7 milhões por um ano.
O outro aspecto, que parece mais decisivo é o pacto com o elenco para ganhar o Mundial. A pergunta do momento é: vai haver Mundial? A Libertadores voltará a ser disputada em 15 de setembro, terminará em janeiro, mas não ha datas ainda anunciadas para um novo Campeonato Mundial de Clubes. Como seu sonho e o pacto com o elenco é ficar para vencer o torneio perdido para o Liverpool em 2019, a ausência pode significar a porta de saída.
Mas, se por acaso decidir pelo retorno a seu país, não será pelo salário. O do Flamengo é maior.
Postagem Anterior Próxima Postagem