HOSPITAL METROPOLITANO: Servidor denuncia que Estado não está pagando adicional de plantão


A denúncia é que os pagamentos não estão sendo feitos a maqueiros e técnicos de enfermagem

A reportagem do Agora MT conversou neste fim de semana com um funcionário do hospital Metropolitano em Várzea Grande, que é referência no atendimento a pacientes com Covid-19 no estado de Mato Grosso.

O funcionário pediu para não ser identificado, tem medo de sofrer represálias, mas foi contratado pela Secretaria Estadual de Saúde mediante processo seletivo para atuar na linha de frente da pandemia do Novo Coronavirus.

O edital oferecia salário, adicional noturno e por plantão de 12h. No entanto, o denunciante diz que desde que começou com os plantões não recebeu as devidas remunerações. "Tem dois meses que estou aqui e os adicionais não foram pagos. Cada mês deram uma desculpa diferente", comentou o profissional.

A denúncia é que os pagamentos não estão sendo feitos a maqueiros e técnicos de enfermagem. Cerca de 120 profissionais estariam sendo prejudicados. "Muitos já pediram demissão. Aí o secretário vai na TV e diz que não consegue contratar profissionais, mas desse jeito, ninguém quer mesmo", desabafou.

Questionada a Secretaria Estadual de Saúde reconheceu o problema, veja a nota:

"Os salários estão em dias para os profissionais do Hospital Metropolitano, no entanto houve um problema com o processamento dos adicionais noturnos e por plantão, mas a situação já está sendo sanada", traz um trecho da nota.

AGORA MT
Postagem Anterior Próxima Postagem