LIVE CARLOS FÁVARO: Senador de MT defende lei das fake news: 'Cidadão de bem não precisa ter medo'


Parlamentar argumenta que a proposta visa combater redes criminosas e garantir o direito a cidadãos de buscar a penalização a pedófilos, golpistas, entre outros.

DA REDAÇÃO

Em entrevista ao Conexão Poder, o senador Carlos Fávaro (PSD) argumenta que votou a favor da criminalização de falsas notícias, o projeto chamado de lei as fake news, não para censurar cidadãos, mas para avançar no combate ao crime e para garantir aos cidadãos que possam buscar a penalização de responsáveis que os prejudicarem, tanto com a propagação de mentiras, como por exemplo com a propagação de imagens de nudez, envolvendo menores de idade e ainda a prática de golpes promovida por presos.
“Não podemos deixar que falsos perfis, falsas pessoas, que não existem, organizações criminosas, difamar e destruir reputação de pessoas. E posso dizer números impressionantes. Na CPI da fake news apareceram nos estudos que em Mato Grosso o CPF de um morto adquiriu 2 mil chips de celular por mês. Por que alguém compraria 2 mil chips?”, questiona.
O senador reforça que “o cidadão de bem pode continuar tranquilo” porque não será penalizado, pode continuar criticando nas redes sociais e pontua que não é contra a robotização, o uso da tecnologia para fomentar informações, mas cobra a responsabilização.
“Se alguém me criticar  e for verdade eu tenho que abaixar a cabeça, pedir desculpas e pagar pelo meus erros (...) As pessoas de bem não precisam ter medo, podem falar o que quiser, podem cobrar. Mas criarem fato mentiroso, extraordinário, que venha a ferir a mim e minha família eu tenho direito de saber quem fez, não porque sou político, mas como cidadão”, disse.
O projeto será votado pela Câmara Federal, volta para o Senado e segue para a sansão do presidente Jair Bolsonaro.
POR: REPORTERMT
Postagem Anterior Próxima Postagem