MPE investiga contrato na Seduc para assinatura de jornal em nome de 495 escolas


O promotor de Justiça Célio Fúrio, membro do Ministério Público de Mato Grosso (MPE), abriu investigação contra a secretária Marioneide Angélica Kliemaschewsk para apurar contrato de R$ 297 mil firmado entre a Secretaria Estadual de Educação (Seduc) e o jornal A Gazeta, propriedade do empresário João Dorileo Leal.

Portaria de abertura do inquérito civil é do dia 17 de julho. Conforme o documento, contrato versa sobre fornecimento de jornal regional impresso e digital, com distribuição de segunda a sexta-feira, para 495 unidades escolares do Estado de Mato Grosso. A duração do contrato foi de 12 meses.

O MPE requereu cópia de todo o processo administrativo que decidiu pela dispensa de licitação, devendo conter solicitação de aquisição, justificativa da necessidade e eventuais pareceres, estudos técnicos e termo de referência.

Fúrio quer ainda cópia de todos os processos de liquidação de despesa, contendo notas fiscais, atestados de recebimento e eventuais relatórios de fiscalização.

 A investigação busca apurar possíveis atos  atos de improbidade administrativa.

POR: OLHAR DIRETO
Postagem Anterior Próxima Postagem