PM prende 11 pessoas e liberta homem torturado em banheiro de conveniência


Duas armas de fogo e munições foram apreendidas na ocorrência - Foto por: PMMT

Os policiais verificaram no chão do local diversas manchas de sangue
Em Rondonópolis, a Polícia Militar libertou na madrugada desta sexta – feira (24) um homem que estava sendo torturado e mantido em cárcere privado no interior de uma conveniência e tabacaria, no bairro São Sebastião. A PM prendeu 11 pessoas e apreendeu duas armas de fogo e munições.

Por volta das 2 horas da manhã, os policiais receberam uma denúncia de que um indivíduo estava sendo torturado e ameaçado de morte em uma conveniência e tabacaria. No local, a PM verificou que o estabelecimento estava repleto de pessoas sem máscara e que no chão do local havia muitas manchas de sangue.

Na diligência, a Polícia Militar  realizou abordagem pessoal aos clientes que estavam no estabelecimento.  Os policiais perceberam que três homens saíam do banheiro e que um deles estava com a cabeça ensanguentada. A polícia abordou o trio e durante entrevista foi informada que o homem ferido havia entrado no local com uma pistola na conveniência, e que o local é comandado por uma organização criminosa.

A vítima levou uma garrafada na cabeça, foi levada para dentro de um banheiro, onde foi espancada e ameaçada pelo grupo de pessoas. Os policiais constataram que havia mais manchas de sangue pelo banheiro e encontrou quatro munições espalhadas pelo chão.

Os policiais descobriram que na casa da vítima, no bairro Jardim Riviera, havia mais uma arma de fogo, ao verificar, a PM apreendeu na residência um revólver cal 22 e seis munições. O proprietário da conveniência e tabacaria alegou que a vítima teria ido até o seu estabelecimento armado com a pistola e iniciado uma discussão, o que havia motivado a confusão e levado o grupo espancar o homem.

Na ação policial, os policiais apreenderam no total uma pistola cal 380, um revólver cal 22, 48 munições, um carregador de arma de fogo, um case, e outros objetos. Foram presas 11 pessoas em flagrante, inclusive a vítima, por crimes de lesão corporal, ameaça, sequestro, cárcere privado e porte ilegal de arma de fogo.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes.

Greyce Lima | Secom - MT
Postagem Anterior Próxima Postagem