Prefeitura de Cuiabá prorroga toque de recolher até o início de agosto


O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) anunciou que irá prorrogar o toque de recolher em Cuiabá até o próximo dia 03 de agosto. Com isto, as pessoas continuarão a ser proibidas de circular entre às 20h e 05h da manhã, a não quer se estejam enquadradas nas exceções que constam desde o primeiro dia do decreto. A informação foi divulgada em entrevista à TV Vila Real, na tarde desta segunda-feira (20).

Emanuel informou que já assinou novo decreto, que será publicado na terça-feira (21), prorrogando o toque de recolher até o dia 03 de agosto.

Poderão funcionar neste perído: I – estabelecimentos hospitalares; II – clínicas veterinárias, clínicas odontológicas e clínicas médicas em regime de urgência e emergência; III – farmácias e supermercados; IV – funerárias e serviços relacionados; V - serviço de segurança pública e privada; VI – profissionais da área fim da Saúde desde que em efetivo serviço; VII – servidores públicos das áreas de fiscalização das Secretarias Municipais de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano Sustentável, Mobilidade Urbana e Ordem Pública, quando em pleno exercício da função; VIII – comercialização de medicamentos mediante sistema delivery, mediante a observância de todas as recomendações preconizadas pelos órgãos de Saúde quanto à necessidade de higienização do produto. IX – comercialização de gêneros alimentícios mediante sistema delivery, limitado até as 00h:00m, mediante a observância de todas as recomendações preconizadas pelos órgãos de Saúde quanto à necessidade de higienização do produto.

Será permitida excepcionalmente a circulação de pessoas entre às 20h e 05h: I - para fins de acesso aos serviços essenciais e/ou sua prestação, comprovando-se a necessidade e urgência, preferencialmente, de maneira individual, sem acompanhante; II – quando em trânsito decorrente de retorno e/ou partida de viagens oriundas do Terminal Rodoviário de Cuiabá, Terminal Rodoviário de Várzea Grande e/ou Aeroporto Internacional Marechal Rondon.

“O que mais temos feito é anunciar ações de combate à pandemia. Então, a omissão a qual o juiz se refere não cabe a Cuiabá. Recentemente, anunciamos a antecipação do toque de recolher para às 20h, a manutenção da suspensão das atividades escolares, a entrega de 40 novos leitos de UTIs, saltando para 135 leitos exclusivos para covid disponibilizados apenas por Cuiabá e várias outras medidas que aplicamos e ajustamos diuturnamente”, listou o gestor.

Emanuel ainda fez questão de pedir o apoio da população, asseverando que as pessoas não podem cobrar das autoridades enquanto estão fazendo churrascos e festas durante a pandemia.

Desrespeito

A Secretaria Municipal de Ordem Pública registrou, entre os dias 29 de junho e 5 de julho, 135 denúncias de descumprimento ao toque de recolher.

Os bairros com mais incidentes são Pedra 90, com 16 registros; Tijucal com 12; Três Barras com 11; Morada da Serra e Parque Cuiabá, com 10 cada; Alvorada e 1º de Março, com 9 denúncias cada; Parque Nova Esperança com oito; Osmar Cabral e Residencial Sucuri, com sete denúncias cada.


Com relação às faixas de horários, as ocorrências ocorreram em maior quantidade por volta das 23h, com 44% das denúncias. Na faixa de meia-noite, estão 20% das ocorrências; 16% ocorrem por volta das 22h; 10% na faixa de 1h; 6% na faixa de 2h, 3% em torno de 3h e 1h após as 4h.

O toque de recolher faz parte da Operação Integrada de Prevenção a Covid-19.  As equipes são compostas por cerca de 60 pessoas - entre agentes de fiscalização da Secretaria de Ordem Pública, da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, agentes de trânsito da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) e policiais militares – que percorrem todas as regiões da cidade, diariamente, entre 20h e 5h, atendendo às denúncias feitas pela população através do 190 e também agindo de ofício, ou seja, atuando em situações com as quais se depararam mesmo sem haver denúncia.
Postagem Anterior Próxima Postagem