Professores fazem manifestação em Rondonópolis (MT) contra desconto de 14% nos salários

Servidores da educação fizeram uma manifestação contra desconto nos salários em Rondonópolis (MT) — Foto: TVCA/Reprodução

Governo sancionou lei que autoriza o aumento do valor descontado nos salários dos servidores estaduais, incluindo aposentados e pensionistas, em fevereiro. O percentual passou de 11% para 14%.

Professores da rede estadual de ensino aposentados, em atividade e familiares desses profissionais fizeram uma manifestação em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, nesta terça-feira (7), contra o desconto de 14% nos salários.

Em fevereiro deste ano, o governo de Mato Grosso sancionou a lei que autoriza o aumento do valor descontado nos salários dos servidores estaduais, incluindo aposentados e pensionistas. O percentual passou de 11% para 14%. A justificativa é que os valores seriam repassados para a previdência.

No entanto, os trabalhadores da categoria são contra o reajuste.

Os servidores fizeram a manifestação com carros pintados e faixas penduradas nos veículos pedindo que o governo reveja o reajuste.

A reportagem entrou em contato com a Secretaria Estadual de Educação (Seduc), mas mas não obteve retorno.

O impacto do desconto vai ser sentido na folha de pagamento do próximo dia 10, quando os salários dos trabalhadores do estado vão cair na conta.

Outra reivindicação da categoria é contra o tempo de serviço para aposentadoria dos professores estaduais que, segundo eles, aumentou em 12 anos de trabalho para mulheres e em 10 anos para homens.

POR; G1/MT



Postagem Anterior Próxima Postagem