Corinthians x Palmeiras deve ter cinco titulares remanescentes da final de 2018; veja o que mudou

Por Bruno Cassucci e Fabrício Crepaldi — São Paulo
 

Dérbi é dérbi: Como chegam Corinthians e Palmeiras na final do Paulistão?
--:--/--:--
Dérbi é dérbi: Como chegam Corinthians e Palmeiras na final do Paulistão?
Depois de 850 dias, Corinthians Palmeiras voltam a se reencontrar nesta quarta-feira numa final de Campeonato Paulista. Assim como em 2018, a primeira decisão será em Itaquera, às 21h30, e o jogo de volta acontecerá na arena palmeirense, às 16h30 de sábado.
Desde o último Dérbi decisivo, muitas coisas mudaram nos rivais. O Corinthians faturou mais um estadual e agora busca o tetracampeonato. Já o Verdão aumentou a sua lista de títulos nacionais com a taça do Brasileirão 2018.
As diferenças são ainda maiores nas escalações, tanto que apenas cinco titulares daquele clássico devem começar jogando também nesta quarta-feira. Do lado do Timão são apenas três remanescentes entre os titulares. No Palmeiras, o número é ainda menor: somente dois atletas começaram jogando a decisão em 2018 e farão o mesmo nesta quarta.
Fagner, Cássio, Weverton e Bruno Henrique são alguns dos remanescentes de 2018 — Foto: ge
Fagner, Cássio, Weverton e Bruno Henrique são alguns dos remanescentes de 2018 — Foto: ge
O primeiro Dérbi da final do Campeonato Paulista de 2020 terá transmissão da TV Globo para PR, SP, RJ (Resende), ES, GO, TO, MS, MT, SE, AL, PB, RN, CE, PI, MA, PA, AM, RO, AC, RR e AP (mais o DF), com narração de Cleber Machado e com comentários de Casagrande e Paulo Nunes.
O SporTV e o Premiere exibem o jogo para todo o Brasil, com narração de Odinei Ribeiro e comentários de Maurício Noriega e Ricardinho. E o ge acompanha em Tempo Real, com vídeos exclusivos.
Melhores momentos: Palmeiras 0 (3 x 4) 1 Corinthians pela final do Campeonato Paulista
00:00/12:57
Melhores momentos: Palmeiras 0 (3 x 4) 1 Corinthians pela final do Campeonato Paulista

Novas caras e estilo

Dos titulares que fizeram história em 8 de abril de 2018, apenas três começarão o jogo desta quarta-feira. São eles o goleiro Cássio, o lateral-direito Fagner e o meia Mateus Vital.
Daquele elenco campeão paulista, o Timão ainda tem mais dois remanescentes: o lateral Sidcley, titular naquela decisão e agora reserva, e o volante Gabriel, que há dois anos ficou no banco de reservas e desta vez começará a partida.
Cássio pega a cobrança de Dudu na disputa de pênaltis em 2018 — Foto: Marcos Ribolli
Cássio pega a cobrança de Dudu na disputa de pênaltis em 2018 — Foto: Marcos Ribolli
Pedro Henrique e Pedrinho participaram das duas campanhas, mas já deixaram o clube. Já o goleiro Walter e o lateral Carlos Augusto estavam no elenco há dois anos, mas não disputaram nenhuma partida do Paulistão.
Mas as novidades não ficam restritas apenas à escalação. O Corinthians também tem um técnico novo e um estilo de jogo diferente (ou pelo menos a intenção de tê-lo). Se antes o Timão se garantia na solidez defensiva implementada por Fábio Carille, agora a aposta é no estilo ofensivo de Tiago Nunes.
Na final do Paulistão de 2018 o Corinthians foi a campo com: Cássio, Fagner, Balbuena, Henrique e Sidcley; Ralf e Maycon; Romero, Jadson, Rodriguinho e Mateus Vital.

Mudanças em todos os setores

Da final de 2018 até hoje, o Palmeiras passou por inúmeras mudanças, dentro e fora de campo. Então comandado por Roger Machado, o Verdão já teve Luiz Felipe Scolari e Mano Menezes como treinadores, até chegar ao atual, Vanderlei Luxemburgo.
Apenas o lateral-direito Marcos Rocha e o atacante Willian foram titulares naquele dia e começarão a partida nesta quarta-feira, em Itaquera. Já Felipe Melo ficou fora por ter sido expulso na primeira partida - lesionado, ele não jogará novamente agora. Se não tivesse saído para o Al Duhail, do Catar, Dudu seria mais um nessa lista.
Jogadores do Palmeiras lamentam derrota nos pênaltis em 2018 — Foto: Marcos Ribolli
Jogadores do Palmeiras lamentam derrota nos pênaltis em 2018 — Foto: Marcos Ribolli
O Palmeiras tem 12 jogadores que faziam parte do elenco na final de 2018 e ainda estão no clube. São eles: Jailson, Weverton, Marcos Rocha, Emerson Santos, Luan, Mayke, Diogo Barbosa, Bruno Henrique, Felipe Melo, Gustavo Scarpa, Lucas Lima e Willian. Apenas três não estavam em campo ou no banco: Luan, Felipe Melo e Gustavo Scarpa.
O clube também teve uma mudança significativa fora de campo: naquela altura, o Palmeiras vivia um momento de grandes contratações, com altos valores envolvidos, comandado pelo diretor Alexandre Mattos. Hoje, com Anderson Barros na função, a realidade é de usar muito mais garotos da base e diminuir os gastos do elenco.
Na final do Paulistão de 2018, o Verdão entrou em campo com Jailson, Marcos Rocha, Antonio Carlos, Thiago Martins e Victor Luis; Thiago Santos, Moisés e Lucas Lima; Willian, Dudu e Borja. Durante o jogo, o técnico Roger Machado ainda colocou Bruno Henrique, Deyverson e Keno.
Postagem Anterior Próxima Postagem