DIAMANTINO: Polícia cumpre mandado de busca e apreensão contra advogado suspeito de falsificar documentos


A Delegacia Especializada de Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública (Defaz) cumpriu um mandado de busca e apreensão, nesta quarta-feira (19), contra um advogado de Diamantino, a 209 km de Cuiabá, suspeito de falsidade ideológica e uso de documento falso em ações de execuções fiscais promovidas pela Procuradoria Geral do Estado (PGE).

A ordem judicial foi expedida pela 8ª Vara Criminal de Cuiabá após ação da PGE.

De acordo com a Polícia Civil, as investigações apontam que o advogado falsificou documentos e utilizou procurações fraudulentas em diversas exceções de pré-executividade, que tem por objetivo trancar a execução da sentença, sem o reconhecimento do próprio devedor.

Conforme as investigações, também há suspeita de que o advogado tenha utilizado os documentos fraudulentos para ajuizamento das exceções de pré-executividade em ações de execuções fiscais de grande valor econômico.

O objetivo seria ganhar os valores dos honorários por meio de peticionamento eletrônico no sistema PJe.

fonte G1 MT
Postagem Anterior Próxima Postagem