DOCUMENTOS FALSOS: Rotam descobre escritório do crime e apreende identidades, holerites e cartões de crédito clonados


37 identidades falsas, 49 holerites e 53 comprovantes de residências fazem parte do material encontrado na residência que era apontada como boca de fumo.

Denúncia de tráfico de drogas leva Rotam a um escritório do crime. Foi apreendida apenas uma porção de maconha, mas os policiais apreenderam 37 cédulas de identidade em nome de pessoas diversas aparentando serem falsas, 15 fotos 3x4 de diversas pessoas que, provavelmente, seriam utilizadas para a confecção de mais documentos falsificados. Também foram apreendidos 49 holerites com nomes diferentes, 53 comprovantes de residências, dois cartões de banco em nome de pessoas que não estavam no local, três folhas de cheques em branco em nome de pessoas diversas, R$ 1.756,00 em dinheiro, três celulares e um caderno com anotações.
A casa, onde quatro pessoas foram detidas, fica na rua João de Barra, bairro Jardim Passaredo, em Cuiabá. Os presos são acusados de uso de documento falso, estelionato e associação criminosa.
De acordo com a Rotam, a denúncia era que no local funcionada uma boca de fumo. Chegando a casa, foi feita a averiguação, quando os policiais localizaram diversos documentos aparentemente falsos, cartões de banco, comprovantes de residência, holerites, entre outros.
Dos quatro detidos no local, três já possuem passagens. Um homem de 31 anos já responde a três processos por roubo, dois por porte ilegal de arma de fogo, um por disparo de arma de fogo em local habitado, tem mais três passagens por tráfico de drogas e duas por associação ao tráfico.
O homem de 45 anos já tem passagens por furto, duas por estelionato, duas por receptação. Outro de 45 anos tem  duas passagens por estelionato e um rapaz de 21 anos não possui passagem.
REPORTERMT

Postagem Anterior Próxima Postagem