Explosões em Beirute foram causadas por nitrato de amônia


As explosões que abalaram Beirute nesta terça-feira (04) foram causadas pela detonação de 2.750 toneladas de nitrato de amônia que estavam armazenadas por seis anos no porto da capital, segundo o primeiro-ministro do Líbano, Hasan Diab. Até o momento, o governo identificou 73 mortos e 3.700 pessoas feridas.

O nitrato de amônia é um sal branco, amplamente utilizado em fertilizantes nitrogenados. Esse composto, no entanto, não é inflamável. Para sua detonação, é necessário que haja altas quantidades do composto, além de substâncias combustíveis ou fontes intensas de calor ao redor.
a Executive Digest/Reprodução 

Nitrato de amônia em outras tragédias

Esta substância já foi protagonista de outros acidentes ao redor do mundo. O primeiro deles aconteceu em 1921, em uma usina em Oppau, na Alemanha. Na ocasião, 561 pessoas foram mortas.
Em 1995, uma bomba fabricada com duas toneladas de fertilizante foi detonada em Oklahoma City, matando 168 pessoas e ferindo outras 700. Seis anos depois, cerca de 300 toneladas de nitrato de amônia explodiram na usina química AZF, em Toulouse, cidade da França. A explosão, que pôde ser ouvida a 80 km de distância, matou 31 pessoas.
Em 2013, outro acidente com esta substância aconteceu no Texas, na usina da West Fertilizer, matando 15 pessoas.

Segurança no armazenamento

a DW/Reprodução 
Para evitar acidentes como o que ocorreu em Beirute, o armazenamento deste composto deve seguir normas rigorosas, informa Guilherme Marson, professor doutor do Instituto de Química da Universidade de São Paulo (USP) e da Sociedade Brasileira de Química (SBQ).
"Não se armazena [nitrato de amônia] em grande escala com segurança. É necessário dividir o produto em pequenas porções para conter um possível estrago. E, principalmente, produzir e transportar para onde será utilizado", explica o especialista.
O presidente do Líbano, Michel Aoun, afirmou que Beirute deve declarar estado de emergência devido à explosão e defendeu ser "inaceitável" que uma quantidade tão grande desta substância fosse armazenada em um depósito sem a segurança necessária.
Postagem Anterior Próxima Postagem