Grupo que arrecadava R$ 200 mil por semana com golpes online é alvo de mandados


A Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso cumpriu, na última quinta-feira (27), 13 mandados judiciais, sendo dez de busca e apreensão domiciliares e três de prisões, decretados pela Justiça do Estado de São Paulo, em Cuiabá e Várzea Grande, contra acusados de integrar um grupo que arrecadava R$ 200 mil por semana com golpes online.

O trabalho foi realizado pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá, em apoio à Operação “Camaleão” deflagrada pela equipe do 1ª Distrito Policial de São José do Rio Preto (SP).

As investigações iniciaram há cerca de seis meses pela Polícia Civil paulista para desarticular uma organização criminosa especializada em crimes de estelionato, sendo os golpes cometidos por meio da internet.

Conforme apuração, os envolvidos “arrecadavam”, por semana, cerca de R$ 200 mil aplicando golpes nas vítimas. Diante dos indícios, os mandados de busca e de prisão foram expedidos pela 2ª Vara Criminal da Comarca de São José do Rio Preto.

Durante cumprimento das ordens judiciais de alvos em Mato Grosso, os policiais da Derf-Cuiabá localizaram e apreenderam vários aparelhos celulares, além de chips utilizados pelos suspeitos na empreitada criminosa.

Dos três mandados de prisões, dois alvos foram presos pela equipe da Derf-Cuiabá. Outro integrante do grupo também foi identificado e conduzido para interrogatório, sendo posteriormente liberado.

A operação “Camaleão” foi desencadeada pela equipe do 1º Distrito Policial de São José do Rio Preto, coordenada pelo delegado Luciano Birolli Sanches Peres, e contou com apoio dos policiais civis da Derf-Cuiabá, coordenados pelo delegado Fabiano Pitoscia.

OLHAR DIRETO
Postagem Anterior Próxima Postagem