Justiça suspende processo seletivo na Ager que previa salário de até R$ 7 mil


O juiz Bruno D’Oliveira Marques, da Vara Especializada em Ação Cível Pública de Cuiabá, manteve suspenso processo seletivo da Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados (Ager-MT) para contratação de analista regulador, inspetor regulador e técnico administrativo.

                                 
Decisão foi estabelecida em ação proposta pelo Ministério Público (MPE) que questiona a competitividade do certame e a lógica de avaliação dos candidatos nos processos de seleção pública. A suspensão do processo seletivo deve ocorrer até o julgamento do mérito do processo.
 
Segundo informação do processo, estão disponíveis dez vagas para o cargo de Analista Regulador, dez para Inspetor Regulador e quatro vagas para o cargo de Técnico Administrativo. O processo seletivo simplificado Nº 001/2020/AGER/MT, nº 163852/2019 visa atender a necessidade temporária de excepcional interesse público da autarquia.
 
 A remuneração vária de R$ 7.179,01 para os cargos de nível superior e R$ 3.210,83 para cargos de nível médio. A jornada de trabalho prevista é de 8 horas diárias, executada em 2 turnos, totalizando 40 horas semanais.

OLHAR DIRETO
Postagem Anterior Próxima Postagem