MORREU COM COVID: Médica usava redes sociais para alertar sobre crueldade da doença; veja vídeo

Pelas redes sociais, Monique tentou alertar e sensibilizar pacientes, amigos, familiares e seguidores sobre o perigo da doença.

Médica que morreu de covid-19 aos 29 anos, Monique Silva Batista fez alertas em suas redes sociais sobre o poder devastador do novo coronavírus, o qual denominou de “potencialmente cruel”. Com imagens, tentou demonstrar a evolução rápida da doença no pulmão, e com as palavras tentou sensibilizar. Mas Monique acabou sendo mais uma vítima fatal da pandemia que tentava combater. Ela morreu às 18h20 desta segunda-feira (10), no Hospital Amecor, em Cuiabá. Veja vídeo abaixo.
Atuando na linha de frente, foi contaminada em Campo Verde, onde trabalhava no pronto-atendimento de um hospital e no PSF da zona rural. Formada pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), a jovem médica mineira era muito querida por todos que a conheciam. No seu Instagram, são dezenas de vídeos de médicos e amigos torcendo pela sua recuperação. 

"...estamos diante de uma Pneumonia devastadora, grave, hemorrágica, inflamatória, e potencialmente cruel pois nos apresenta (ainda)", Monique

Em sua última postagem no facebook, no dia 14 de junho, Monique afirmou que o motivo do post era informativo. “É de alarme. É no intuito de explicar aos meus pacientes (de Campo Verde), colegas e outros tantos seguidores aqui de diversas áreas, que estamos diante de uma Pneumonia devastadora, grave, hemorrágica, inflamatória, e potencialmente cruel pois nos apresenta (ainda) em várias formas que causam dúvidas até mesmo nos profissionais que estão na linha frente... E digo inclusive dos mais experientes... (nem ouso me colocar nesse contexto)”.
Ela cobrou responsabilidade e pediu que aos menores sinais de sintomas, diferentes ou clássicos, que as pessoas procurassem o serviço referência e/ ou um atendimento médico mais próximo de sua cidade.
“E sim, tenham calma também... Os serviços estão cheios, as equipes cansadas e uma simples dor de cabeça há 5 dias, ou dor na coluna há 5 anos NÃO É URGÊNCIA!!!! (o ideal é que seja tratado na Unidade Básica).
Nós, da linha de frente temos trabalhado muito para que tudo saia da forma menos devastadora possível. A cada dia que passa nosso emocional, mente e corpo estão mais fadados a exaustão... Não desprezem esse tipo de esforço.
Estamos ausentes para os nossos a fim de estar presente para vocês!

"Só esqueceu do mais importante: cuidar de você”, irmã da Monique


Tenham empatia, e cuidem - se!”
Em um post feito em abril de 2018, quando realizava um procedimento cirúrgico, ela escreveu sobre a medicina e afirmou: “A Medicina não foi e nem é o que eu pensei que seria. É mais! É muito mais. Mais tristeza do que achei. Mais felicidade também. Mais dedicação do que achei que precisaria. Mais 'leveza' também”.

"Estamos ausentes para os nossos a fim de estar presente para vocês", trecho do texto de Monique

No dia 1º deste mês, quando Monique já estava há 18 dias internada num leito de UTI, a irmã dela fez uma postagem, replicando um texto da médica publicado no dia 23 de dezembro de 2019, quando falava que mesmo mal, continuava trabalhando porque muitas pessoas precisavam dela. “Você sempre tão forte, imbatível, inteligente e muito, mais muito acolhedora. Cuida de tudo e principalmente de todos. Cuida da vida e da saúde dos outros. Só esqueceu do mais importante: cuidar de você”, diz um trecho.

Veja algumas postagem

Da irmã de Monique, Letícia:

“Mana, hoje está fazendo 18 dias que você está na UTI. E você não faz ideia do quanto está sendo difícil viver isso tudo.

Você sempre tão forte, imbatível, inteligente e muito, mais muito acolhedora. Cuida de tudo e principalmente de todos. Cuida da vida e da saúde dos outros. Só esqueceu do mais importante: cuidar de você.

"Você é joia rara. Aquela peça que falta na vida de todo mundo!", irmã de Monique


Hoje, há um exército de pessoas, pedindo orações pra você ser curada. Hoje essas mesmas pessoas que você vem cuidando, estão em orações por você. Você é tão amada. Tão querida. Todos te querem bem.

Gostaria de te dizer que as pessoas precisam muito de você, do seu cuidado e do seu profissionalismo tão competente e cheio de amor. Mas, mais do que tudo elas precisam de você BEM, SAUDÁVEL E CHEIA DE VIDA

Cuide dos seus pacientes, amigos, familiares e até quem não conhece, mas cuide de você irmã. Cuide de você. Você é joia rara. Aquela peça que falta na vida de todo mundo!
Você é a somatória. É grandeza. É colo e amor. Precisamos de você.

Sinto sua falta todos os dias aqui comigo. E creio que você sairá dessa com mais uma, dentre tantas, batalhas vencidas para conta!”


Postagem de Monique no dia 14 de junho no facebook
---- CONTINUAÇÃO DO POST ANTERIOR ------
Declaro que Trata-se de um informativo para fins acadêmicos. ( Arquivo Pessoal)
Foto 01: Foto de um Raio X de tórax de um paciente que procurou no serviço Hospitalar com Sintomas que eram: astenia, dor epigástricas e vômitos há 9 dias. APENAS. Não tinhaa tosse, não tinha febre
O colega médico procurou, e bingo: Covid positivo! Manteve-se em observação por tratava-se de um contactante direto de outro paciente recém agravado covid positivo.
Foto 02: com APENAS 12 horas de Evolução da doença. Paciente já evoluindo com discreta Dispnéia, saturando em torno de 97%, 96%O2 em Oxigenoterapia, mas estável sem picos de insuficiência respiratória durante o plantão.
Sei que muitos que seguem aqui, são pacientes, amigos, colegas de outras áreas que não da saúde e não entendem absolutamente NADA DE RAIO X. Ok! Mas até mesmo para o leigo, conseguem percebem a condensação ( 'parte branca do Raio X') absurda que se estende ao longo de 12 horas?! O motivo deste POST é informativo.

"A cada dia que passa nosso emocional, mente e corpo estão mais fadados a exaustão... Não desprezem esse tipo de esforço", Monique

É de alarme. É no intuito de explicar aos meus pacientes (de Campo Verde), colegas e outros tantos seguidores aqui de diversas áreas, que estamos diante de uma Pneumonia devastadora, grave, hemorrágica, inflamatória, e potencialmente cruel pois nos apresenta ( ainda) em várias formas que causam dúvidas até mesmo nos profissionais que estão na linha frente... E digo inclusive dos mais experientes... ( nem ouso me colocar nesse contexto)
Sejam responsáveis!
Aos menores sinais de sintomas, diferentes ou clássicos, procurem o serviço Referência e/ ou um atendimento Médico mais próximo de sua cidade. E sim, tenham calma também... Os serviços estão cheios, as equipes cansadas e uma simples dor de cabeça Há 5 dias , ou dor na coluna Há 5 anos NÃO É URGÊNCIA!!!! ( o ideal é que seja tratado na Unidade Básica)
Nós, da linha de frente temos trabalhado muito para que tudo saia da forma menos devastadora possível. A cada dia que passa nosso emocional, mente e corpo estão mais fadados a exaustão... Não desprezem esse tipo de esforço.
Estamos ausentes para os nossos a fim de estar presente para vocês!
Tenham empatia, e cuidem - se!

Postagem de Monique no dia 13 de junho no facebook
Já ouvi de tudo sobre o Covid, inclusive que faria parte do processo de Retorno religioso de algum 'messias', onde portanto, não seria necessário qualquer intervenção ' terrena' aos fiéis prometidos.
Esse post não é sobre religião que fique claro.... Mas exemplifica o que temos visto: Uma doença grave, virulenta, real, agressiva e potencialmente fatal do ateu, ao candomblé. Do jovem ao velho. Homem ou mulher. O rico ou pobre. Um acometimento sem qualquer estratificação social. Avassalador.
Foto 01:
Esta imagem mostra macroscopicamente as sequelas pulmonares decorrentes da COVID-19 em uma jovem americana de 20 anos, submetida a transplante duplo pulmonar na semana passada, no Northwestern Memorial Hospital, em Chicago.
A cirurgia durou 10 horas, um tempo demasiadamente longo para a maioria dos transplantes pulmonares, haja visto que a inflamação sistêmica e pulmonar decorrente da infecção pelo SARS-CoV-2 "havia deixado os pulmões da mulher completamente aderidos aos tecidos circunvizinhos, como coração, parede torácica e diafragma" - disse Dr. Ankit Bharat, chefe de Cirurgia Torácica e diretor do programa de transplante pulmonar da Northwestern Medicine.
Segundo ele, a paciente está se recuperando bem, acordada, sorrindo, mas ainda está em ventilação mecânica, já que os seus músculos respiratórios estão atrofiados. Um longo caminho de recuperação ainda deverá ser traçado. O transplante pulmonar, segundo Dr. Bharat, é a última chance de sobrevivência dos pacientes gravemente enfermos. Se cuidem!!!
@paginamedicinae
⠀⠀⠀
(Matéria do NY Times - adaptada e traduzida)

Postagem de Monique em abril de 2018
"Toda cirurgiona ela né?"
"Falta pouco!!" Que nada! Essa frase me dá calafrios!!
Quem ta comigo na caminhada sabe que ainda falta demais, falta tanto, falta "tudo", e a propósito, SEMPRE vai faltar!
Fico com orgulho de tudo que já foi até aqui, mas fico com medo do que ainda tem por vir... A Medicina não foi e nem é o que eu pensei que seria.
É mais! É muito mais.
Mais tristeza do que achei. Mais felicidade também.
Mais dedicação do que achei que precisaria. Mais "leveza" também.
Deixamos muitos pelo caminho pra trilhar um sonho, e ganhamos outros aprendizados em troca.
Até aqui, tanta coisa já aconteceu, tanta coisa já mudou. Inclusive EU!
Eu me mudei. Eu mudei o que queria. Eu mudei o que sentia. Eu mudei pessoas, e pessoas me mudaram.
Parece conversa de doido, eu sei.
Mas quem faz, sabe do que eu to falando. Vivemos num looping de amor e ódio eterno.... Uma mistura de "Deus me livre, com Quem me dera" até encontrar o nosso lugar ao sol.
Já pensei na Cirurgia Oncológica, Cardio, Ginecologia, Geriatria, Urgência e Emergência e até Pediatria ( quase que num surto psicótico#DeusMeLivre ), - E Dependendo o dia, viver da minha arte na praia parece a decisão mais sensata de todas - , e no fim... continuo só achando que eu quero seguir assim...
Sem escolher o que não ser, devagarinho até a reta final.
Suturando ponto, por ponto.
Não quero esse "daqui pra frente passa rápido!!" Quero cada minuto.
A minha família, dedico. 
Por vocês, e para vocês”.
VEJA VÍDEO:

REPORTERMT

Postagem Anterior Próxima Postagem