OAB-MT diz que vê indícios de 'crime de homicídio' no caso do grupo que desafiou esquizofrênico a tomar bebida alcoólica por R$ 1

Por G1 MT
 

Jovem morre por coma alcoólico após ser induzido por grupo de jovens
--:--/--:--
Jovem morre por coma alcoólico após ser induzido por grupo de jovens
O presidente da Comissão dos Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MT), Flávio Ferreira, disse que o grupo que desafiou Jonatas Lira Xavier, de 27 anos, a tomar cinco garrafas de pinga em troca de dinheiro cometeu homicídio, em Cuiabá. O rapaz sofria de esquizofrenia e morreu de coma alcóolico após cumprir o desafio para ganhar R$ 1.
“A OAB vê com muita preocupação as imagens vinculadas nas redes sociais. Entendemos que ali há indícios de crime de homicídio. As autoridades públicas precisam apurar isso com muito rigor”, cobrou o presidente.
De acordo com a família da vítima, o caso ocorreu no último domingo (9). Por causa da esquizofrenia, ele tomava cerca de 11 comprimidos diariamente.
Jovem morreu de coma alcoólico após ingerir grande quantidade de bebida — Foto: Reprodução
Jovem morreu de coma alcoólico após ingerir grande quantidade de bebida — Foto: Reprodução
Jonatas estava próximo a uma distribuidora de bebidas e se aproximou de um grupo de jovens para pedir uma moeda de R$ 1 para que pudesse comprar medicamentos.
No entanto, ele foi desafiado a tomar as bebidas para que o dinheiro fosse entregue.
A ação foi filmada pelo grupo. Eles riam e chacoalhavam a cabeça de Jonatas, que passou mal no bar, localizado no Bairro Alvorada, e foi atendido pelo Samu.
Ele foi encaminhado para o Pronto Socorro de Cuiabá em coma alcoólico, mas morreu nessa terça-feira (11) após sofrer três paradas cardíacas.
A Polícia Civil disse, em nota, que ainda não foi informada da ocorrência.

Postagem Anterior Próxima Postagem