PM descobre furto de gado e prende caseiro da propriedade em Conquista D’Oeste


O funcionário confessou que estava vendendo o gado do patrão, mas não sabia precisar quantos. Disse ainda que teria feito três negociações e apontou um dos compradores.

Maricelle Lima Vieira | PMMT

Policiais militares do Núcleo de Conquista D'Oeste (a 571 km de Cuiabá) prenderam na noite desta sexta-feira (21.08), dois homens por furto, na área rural da cidade.

Os agentes foram informados pelo dono de uma fazenda que seus bois estavam sendo furtados. Ele contou que viu quando um caminhão boiadeiro passava pela sua propriedade.

Devido à situação, foi montada uma barreira na BR-174 com apoio dos policiais da cidade de Nova Lacerda. Como esperado, o motorista foi parado. No veículo estavam oito cabeças de gado com as iniciais do senhor que fez a denúncia.

O motorista alegou ter sido contratado por um homem, passou o primeiro nome e que deveria deixar o gado em uma fazenda em Nova Lacerda. A pessoa indicada seria funcionário da vítima e morava na propriedade. Ele teria ajudado a colocar os animais no caminhão.

Os policiais foram até o denunciado. Ele confessou que estava vendendo o gado do patrão, mas não sabia precisar quantos. Disse ainda que teria feito três negociações e apontou um dos compradores.

Os militares foram até a propriedade e confirmaram a informação. O homem alegou que não sabia que o gado era furtado, pois acreditava estar negociando com o proprietário e também foi preso.

O motorista do caminhão foi caracterizado no BO como testemunha, segundo apurado, ele não sabia da ação criminosa. O dono da fazenda disse que sentiu falta de 36 cabeças de gado. Os policiais ainda apreenderam uma espingarda calibre 22, com 11 munições, com o caseiro.



Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.
Postagem Anterior Próxima Postagem