PM é segurado por criminosos e executado com tiros na cabeça na frente da esposa


O subtenente da Polícia Militar, Everaldo Rodrigues Alves, de 46 anos, foi executado com tiros na cabeça, na frente da esposa, por três criminosos, em um bar no bairro Pedra 90, em Cuiabá, na madrugada deste sábado (29).

O episódio aconteceu por volta das 2h30. De acordo com relato da esposa, ela e Everaldo estavam no estabelecimento comercial quando houve um desentendimento com três homens.

O policial e os homens entraram em luta corporal. Everaldo foi agredido e segurado por dois dos criminosos, enquanto o terceiro tomou a arma e atirou várias vezes na cabeça dele. 

Depois disso, os criminosos fugiram a pé e levaram a arma de Everaldo. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser acionado, mas apenas constatou o óbito do militar.

Um dos criminosos foi preso na Rua 22 do Pedra 90 e encaminhado à Central de Flagrantes. O homem faz uso de tornozeleira eletrônica e tem passagem criminal por roubo. Os demais continuam foragidos e são procurados.

A PM informou que Alves trabalhou na região do Pedra 90 por mais de 20 anos e estava lotado no 24º Batalhão. Ele era conhecido da população da região e muito querido por todos.

O Comando Geral da Instituição transmitiu condolências aos familiares e amigos do militar.

OLHAR DIRETO
Postagem Anterior Próxima Postagem