Sem chuva há quase três meses, Cuiabá pode registrar 40ºC no final de semana


Desde o dia 24 de maio, não há registro de chuva superior ou inferior a 1 milímetro em Cuiabá, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET). O tempo seco e a fumaça das queimadas deixam a umidade relativa do ar tão baixa, que chega a atingir níveis encontrados no deserto do Saara (entre 10% e 15). A previsão do tempo estima que os termômetros podem atingir 40ºC no final de semana.

Conforme o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), que é ligado ao Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), a máxima para sábado e domingo (15 e 16) é de 40ºC. Ambos dias serão com predomínio de sol e sem possibilidade de chuva.

Na última quinta-feira (13), Cuiabá amanheceu coberta por fumaça. Entre 6 e 8 horas, a visibilidade em várias áreas da capital estava reduzida para 1500 metros. Sem nuvens no céu e com o sol incidindo forte, na última quarta-feira, a cidade registrou 39ºC, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia.

Apesar do incômodo todo que se observa, é uma época de pouca chuva na região de Cuiabá. De acordo com o INMET, i clima está normal para essa época. Só para se ter uma ideia, a última vez que o mês de Agosto destoou do normal e foi mais úmido no estado, foi no ano de 2016.  

Os focos de fogo de queimadas continuam espalhados pelo Brasil Central. Do dia 01 de janeiro até o dia 12 de agosto, Mato Grosso lidera o ranking com 12.097 focos. Focos de fogo também se alastram pelo Pantanal e espalham fumaça sobre o estado. Veja a imagem abaixo do satélite Goes 16.

fumaça_cuiabá_satélite
Imagens Satélite Goes-16 - Mato Grosso, 13 de Agosto de 2020, mostram fumaça sobre a capital do estado  

OLHAR DIRETO
Postagem Anterior Próxima Postagem