SINOP: cai para risco “baixo” de contágio do coronavírus; Mato Grosso não tem cidades com risco “muito alto”


O governo estadual atualizou, nesta segunda-feira, a situação epidemiológica da covid-19 em Mato Grosso. Conforme o documento publicado esta noite, o Estado voltou a zerar o número de cidades com risco “muito alto”. Na semana passada, Sorriso, Paranatinga, Barra do Garças e Arenápolis estavam nessa situação.
Agora, Sorriso aparece com risco “alto”, sendo o único município do Estado neste patamar. Paranatinga, Arenápolis e Barra, neste momento, estão com risco “moderado”, ao lado de Cuiabá, Lucas, Rondonópolis, Várzea Grande, Cáceres, Primavera do Leste, Sapezal, Campo Novo do Parecis, Alta Floresta, Tangará da Serra, Mirassol D’Oeste, São José dos Quatro Marcos, Colíder, São Félix do Araguaia e Apiacás.
As demais cidades de Mato Grosso, agora, aparecem com risco “baixo” de contágio. É o caso de Sinop, Nova Mutum, Vera, Tapurah, Nova Canaã do Norte, Cláudia, Juína, Peixoto de Azevedo, Brasnorte, Matupá, Nova Ubiratã, Guarantã do Norte, Paranaíta, Ipiranga do Norte, Nova Bandeirantes, Nova Monte Verde, Feliz Natal, Juara, Terra Nova do Norte, Santa Carmem, Nova Santa Helena, Porto dos Gaúchos, Marcelândia, União do Sul, entre outras.
O sistema de classificação da secretaria que indica o nível de risco é definido por cores: muito alto (vermelho), alto (laranja), moderado (amarelo) e baixo (verde). De acordo com a definição dos riscos é necessária a adoção de medidas restritivas para o controle da propagação do coronavírus nas cidades.
Em junho, o governo de Estado publicou novo decreto restringido ainda mais as medidas que devem ser adotadas pelos municípios, com base na classificação de risco para prevenir a disseminação da Covid-19.
Postagem Anterior Próxima Postagem