Tampinha tem liberdade para conversar sobre vice de Emanuel, mas partido definirá, diz Wellington


Uma possível chapa composta por Emanuel Pinheiro (MDB) e o médico José Augusto da Silva Curvo (PL), mais conhecido como ‘Tampinha’, para a Prefeitura de Cuiabá, ainda é apenas uma conversa inicial, que precisará do aval do Partido Liberal (PL), segundo o líder da sigla, senador Wellington Fagundes. Na última segunda-feira (17), o ex-deputado federal falou sobre o convite que teria recebido do emedebista.

“O partido ainda não teve comunicado oficial sobre a questão do ‘Tampinha’. Temos um trabalho em Cuiabá, com condições de lançar candidato a prefeito. Este não é o nosso foco, é mais provável que esteja em uma chapa com vices e vereadores. Temos Roberto França, Emanuel Pinheiro (que ainda não decidiu sobre a reeleição), entre outros. Tampinha tem autoridade para conversar, mas as decisões serão da nossa sigla”, explicou Fagundes.
 
Tampinha foi convidado pelo próprio prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) para compor sua chapa, caso ele decida ser candidato à reeleição da Prefeitura de Cuiabá, em novembro deste ano. Pinheiro ainda não anunciou a candidatura, mas Tampinha garante que o emedebista está empolgado.
 
Tampinha contou ao Olhar Direto que se reuniu com o prefeito e o próprio o convidou, dizendo que ele seria um bom nome para compor, e se ele aceitaria ser vice-prefeito. "Eu aceito. Mas, isso não depende de mim. Depende do grupo. Meu grupo apoia a reeleição de Emanuel, mas ainda falta as últimas definições. Ele pessoalmente me convidou e questionou a minha vontade de ser vice", disse o médico, que também já foi deputado e vereador por Cuiabá.
 
Por enquanto, o prefeito não decidiu se irá concorrer nas eleições desse ano. Mas o grupo do senador Wellington Fagundes (PL) o apoia nesse projeto. Inclusive, Fagundes que indicou o nome de Tampinha e também o da advogada Sirley Theis para compor o projeto de reeleição.

OLHAR DIRETO
Postagem Anterior Próxima Postagem