Tribunal Regional reprova contas da campanha de Pedro Taques em 2018



O Pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) reprovou nesta quinta-feira (6) prestação de contas de campanha do ex-governador de Mato Grosso, Pedro Taques (sem partido), e do candidato ao cargo de vice governador, Rui Prado. Cabe recurso sobre a decisão.

Fatos são relacionados ao pleito de 2018, ocasião em que o então governador foi derrotado por Mauro Mendes (DEM). Com a decisão, foi determinando o recolhimento ao Tesouro Nacional da importância de R$ 12 mil.

Caso foi relatado por Sebastião Monteiro da Costa. Seguiram o relator os membros do TRE: Fábio Henrique Rodrigues de Moraes Fiorenza, Bruno D’Oliveira Marques, Jackson Francisco Coleta Coutinho, Gilberto Lopes Bussiki e Sebastião Barbosa Farias.

Outro lado

EM contato com o Olhar Jurídico, Pedro Taques enviou a seguinte manifestação: “R$ 12 mil de multa, não causa impedimento; respeito a decisão do TRE do nosso Estado, mas recorreremos”.

OLHAR DIRETO
Postagem Anterior Próxima Postagem