Advogado é suspeito agredir garota de programa em motel de Cuiabá



Um advogado de 54 anos é suspeito agredir uma garota de programa, em um motel localizado na avenida Beira Rio, no bairro Jardim Sangri-lá, em Cuiabá, na madrugada desta terça-feira (15). 

Segundo informações da Polícia Militar, inicialmente o caso foi tratado como tentativa de estupro, pois a vítima ligou no 190 e contou que teria sido atacada pelo advogado. No entanto, quando a equipe chegou ao estabelecimento, a versão mudou.

A PM se deparou com o homem com um corte na mão direita. O quarto também estava bastante ensanguentado e vários objetos haviam sido quebrados. Na ocasião, os policiais questionaram a mulher sobre o estupro, mas ela negou. Segundo ela, o advogado lhe agrediu com tapas no braço esquerdo e ainda quebrou seu aparelho celular.

Já o advogado diz que estava conversando com a mulher, que passou a falar de sua vida pessoal. Entretanto, em determinado momento da conversa, ela teria se alterado e passou a agredi-lo.

Ele também disse que teria pago R$ 400 pelo programa sexual, porém a mulher teria pego mais dinheiro em sua carteira. Já a mulher alegou que além do valor combinado, o advogado teria pago mais R$ 400 para que ela permanecesse no quarto. 

Diante da situação, o advogado foi levado à Policlínica do Verdão para atendimento médico. O caso foi encaminhado à Delegacia Especializada da Mulher.

OLHAR DIRETO
Postagem Anterior Próxima Postagem