Bezerra avalia que serviços prestados por Emanuel superam desgaste de vídeo de delação



Cacique do MDB em Mato Grosso, o deputado federal Carlos Bezerra analisou que a imagem de bom gestor construída pelo prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), pelos seus serviços prestados à população nos últimos quatro anos, pode ter apagado as imagens da delação do ex-governador Silval Barbosa. O chefe do Executivo municipal alega que o dinheiro recebido era pagamento de uma dívida.

 
Leia também
Selma diz que não apoia fala de Bolsonaro sobre queimadas e que povo tem 'memória curta' ao atacar Moro

 
Em entrevista ao Olhar Direto, Bezerra disse que está vendo o apoio ao projeto de reeleição de Emanuel nas ruas, com pessoas felizes com o que está sendo feito na cidade, garantindo que vão votar no prefeito.
 
“Todo mundo sabe da questão do paletó, está na boca de todo mundo. Agora mesmo eu vi na padaria um eleitor gritando que ia votar no paletó, porque foi o homem do paletó que fez tudo em Cuiabá”, afirmou.
 
O deputado ainda avaliou que se o prefeito for reeleito, ele irá enterrar, pelo menos para a opinião pública, a acusação de que recebeu propina do ex-governador Silval Barbosa e que irá poder fazer sua defesa na justiça com tranquilidade.
 

“A questão é o paletó. Se ele ganhar a eleição, o paletó estará enterrado. Se o povo votar nele e nós esperamos que vote, o povo estará dizendo não à questão do paletó, dando a ele uma vitória para continuar administrando Cuiabá”, disse.
 
O próprio prefeito, que se tornou réu por conta das imagens e pela delação do ex-governador, falou sobre o assunto nesta semana e garantiu que o dinheiro que ele recebeu do ex-assessor de Silva era de uma dívida que seu irmão, o empresário Marco Polo Pinheiro tinha com Silval.

Olhar Direto
Postagem Anterior Próxima Postagem