Em busca de vice, DEM conversa com oito partidos e 'assedia' siglas com pré-candidatos a prefeito



Presidente do diretório de Cuiabá do Democratas, o secretário de Cultura do Estado Alberto Machado, explicou que nas últimas horas já conversou com representantes de pelo menos oito partidos na tentativa de fechar uma composição para encontrar um candidato a vice-prefeito para a chapa, que segundo ele, vai ser encabeçada pelo ex-deputado federal Fábio Garcia.

De acordo com o dirigente partidário, a candidatura de Garcia com um arco de aliança com partidos que querem mudar a atual gestão de Cuiabá, vai ser oficializada amanhã, data em que o nome do vice também deve ser anunciado.

Uma das preocupações do partido tem sido no tempo que a composição vai trazer para Fábio Garcia na propaganda gratuita na TV e nesse quesito, o PSL é o mais desejado. Alguns dos partidos "assediados" pelo DEM possuem pré-candidato a prefeito, como é o caso do PSDB do empresário Dorieo Leal. Há dias, os democratas também manifestaram o interesse de ter Roberto França (Patriotas) como vice de Garcia. 

“Acho que vamos ter um arco importante que vai garantir um tempo de TV importante para o Fábio. Estamos falando com o PSL, com o PSB, com o PSD, com Solidariedade, com o PSDB, com o PTC, com o PSC, Republicanos e com todos os partidos que tem interesse em mudar Cuiabá. 

O DEM, partido do governador Mauro Mendes, está passando por grandes dificuldades para lançar a candidatura própria para prefeitura de Cuiabá. As pesquisas já realizada apontam Fábio Garcia com baixo percentual em intenção de votos.

Assim como na escolha de um candidato à prefeitura da capital, o partido também tem problemas na definição para a disputa suplementar de Senado. O grupo liderado por Mauro Mendes tem o desejo de estar no palanque de Carlos Fávaro (PSD).

Já a ala liderada pelos irmãos Jayme e Júlio Campos já manifestou a vontade de compor com Nilson Leitão (PSDB).

OLHAR DIRETO
Postagem Anterior Próxima Postagem