FRAUDE EM LICITAÇÃO: Gaeco prende em flagrante secretário-adjunto da Casa Civil


 

Recebimento de propina teria ocorrido horas antes, dentro do órgão do governo do Estado

Secretário Adjunto Sistêmico da Casa Civil, Wanderson de Jesus Nogueira, foi preso em flagrante, na noite desta quinta-feira (24), pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco/MT). Ele é acusado de receber propina para favorecer empresa em processo de licitação, transação que teria ocorrido dentro da Casa Civil.

O Gaeco realizou diligências de monitoramento após receber denúncias sobre possível crime de corrupção de agente público estadual. No momento da prisão, o servidor público estava com R$ 20 mil e há indícios de que o dinheiro tenha sido repassado pelo representante da empresa favorecida. A transação teria ocorrido horas antes da prisão.

O agente público foi autuado em flagrante por crime de corrupção passiva e será encaminhado para audiência de custódia.


REPORTERMT

Postagem Anterior Próxima Postagem