Haddad diz que vitória de Barranco ao Senado será ‘prenúncio’ da volta de Lula em 2022

Haddad participou de reunião no Zoom

 

O ex-ministro da Educação Fernando Haddad (PT) participou, de forma remota, no ato de lançamento da candidatura do deputado estadual Valdir Barranco (PT) ao Senado, e disse que a vitória do petista será um prelúdio da volta do ex-presidente Lula (PT) ao cargo de líder do executivo nacional. Segundo Haddad, que concorreu à presidência em 2018, “o Brasil vai se reencontrar com seu futuro”.

“As poucas boas notícias dos últimos quatro anos foram dadas pela oposição ao Temer e agora ao Bolsonaro. [Vamos]Pavimentar o caminho da retomada, e a sua eleição [Barranco] pode ser um prenúncio, há de ser um prenúncio do que vai acontecer em 2022 com a nossa vitória. Nós vamos ganhar em 2022, o Brasil vai se reencontrar com seu futuro, se Deus quiser com Lula recuperando seus direitos políticos e nos representando a todos, fazendo justiça, um grande brasileiro que dedicou cinco décadas da sua vida a esse país e que está com muita energia pra nos liderar. Não vai faltar apoio a você, como não vai faltar apoio ao Lula, e a gente tem um grande projeto de desenvolvimento pela frente”, declarou Haddad, que também é ex-prefeito da cidade de São Paulo.

Haddad ainda afirmou que a campanha de Barranco é uma responsabilidade para fazer a “a estrela do PT e mais a foice e o martelo do PCdoB brilharem no céu da república, como um sinal de esperança e retomara do nosso projeto de cidadania, que é um projeto de Brasil pra todos, como nos ensinou o presidente Lula”. O ex-presidente, no entanto, não apareceu, e mandou apenas um abraço por meio de seu ex-ministro.

Relatando sobre o momento atual de Mato Grosso, o ex-candidato a presidente afirmou que Barranco levará ao Senado uma para importante para todo o mundo. “A causa do mato-grossense não é uma causa local mais, nunca foi, mas agora é visível o quão importante o estado é pro desenvolvimento nacional. Nós não estamos falando de qualquer coisa, nós estamos falando de um estado que tem um diálogo com o futuro, porque o modelo de desenvolvimento de Mato Grosso, se for bem resolvido, gerando emprego, inclusão, sustentabilidade, é um modelo de desenvolvimento pro mundo. Então nós não estamos falando de uma particularidade. Nós estamos tratando de questões que dialogam com toda a humanidade”.

A presidente nacional do PT, Gleisi Hoffman, também participou da reunião via Zoom, e surgiu com o mesmo tom vitorioso de Haddad. “Nós temos um grande desafio e uma grande oportunidade de fazer uma demarcação de campo clara, de que lado nós estamos, que é o lado do povo, o lado dos trabalhadores, o lado das pessoas mais pobres desse país, que confiam na nossa trajetória e na nossa luta. E o companheiro Barranco, sem dúvida nenhuma, tem todas as condições de fazer uma disputa exitosa ao Senado de Mato Grosso”, declarou.

O PT lançou Valdir Barranco como candidato ao Senado Federal na noite de quarta-feira (16), com a ex-reitora da UFMT Maria Lucia Cavalli Neder como primeira suplente, a vice-presidente estadual do PT, a professora universitária aposentada e ex-vereadora Enelinda Scala (PT), como segunda suplente.

O partido também lançou o nome do ex-juiz federal Julier Sebastião à Prefeitura de Cuiabá, em chapa pura com a professora Vera Bertolini na vice. Neste lançamento, Haddad enviou um vídeo gravado de apoio.

OLHAR DIRETO
Postagem Anterior Próxima Postagem