Marqueteiro enfrenta desafio de destacar Gisela entre 8: 'quem prestar atenção nela, verá nova opção'


 

Apesar de ter sido uma das mais votadas em Cuiabá na campanha para deputada federal, a ex-superintendente do Procon Gisela Simona (PROS) enfrenta agora um novo desafio: ganhar espaço entre oito candidatos à prefeitura de Cuiabá, dentre eles o atual prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) e outros antigos conhecidos da cuiabania, como o ex-prefeito Roberto França (PATRI).


Leia também:
Medeiros diz que Fávaro tem responsabilidade direta em incêndios e critica ida ao Pantanal

Para o marqueteiro de Gisela, Professor Caique Loureiro, no entanto, o único desafio será conseguir a atenção do público. A partir daí, o ‘trabalho’ é com ela. “A gente quer que as pessoas prestem atenção na Gisela. As pessoas prestando atenção na Gisela, vão conhecer que existe uma opção diferente, porque são duas pessoas de nome limpo”, afirma.

A segunda pessoa citada por ele é o maestro Fabrício Carvalho. Antes pré-candidato à prefeitura pelo PDT, ele decidiu se unir a Gisela como candidato a vice em sua chapa. “Temos dois produtos super conceituados, as pessoas só precisam prestar atenção. Ouçam a Gisela, ouçam o maestro, que aí a gente tem certeza que vai tocar o coração, porque estamos diante de dois seres que graças a Deus são do bem, estão dando uma opção pra Cuiabá e têm projetos, um monte de coisa legal para mostrar”, garante Caique.

Caique é publicitário, especialista em marketing e mestrando em comportamento do eleitor pela ESPM-SP. Além disso, professor de graduação e pós-graduação no Univag e na Faculdade Santo André. Na última campanha para o Senado, fez o marketing político do Procurador Mauro. Segundo ele, o objetivo do marketing de campanha, desta vez, é adaptar o que sua candidata tem a dizer para as diferentes mídias.

“Na verdade, a gente tem um conteúdo e vai adaptar o discurso às realidades de cada veículo. a TV tem a sua linguagem, a internet tem a sua linguagem, o WhatsApp tem a sua linguagem... o Instagram, Facebook... então a gente vai adaptar a linguagem pra que as pessoas entendam e conheçam o produto, o candidato que a gente está oferecendo”, explica.

Apesar de Gisela e Fabrício serem servidores públicos, o marqueteiro afirma que este não será o mote da campanha. “A gente vai apresentar dois nomes que têm uma proposta pra uma cidade toda. E não dá pra falar de Cuiabá sem falar dessas pessoas que movem a economia, o servidorismo público. Então eles vão ser contemplados” finaliza.

OLHAR DIRETO
Postagem Anterior Próxima Postagem