ACORIZAL: Mulher e filha de 1 ano são libertadas de cárcere privado em assentamento



Uma mulher e sua filha, de 1 ano, foram libertadas na noite de quarta-feira (14) de um cárcere privado em que estavam sendo mantidas desde o dia 12, no assentamento Zé da Paz, em Acorizal (62 km de Cuiabá). A mulher foi mantida à força pelo seu marido e disse que, desde o ano passado, sofre com as constantes agressões do marido.


A Polícia conta que recebeu uma denúncia anônima e foi ao local. Chegando na casa, os policiais encontraram o agressor. Ao saber da presença dos militares, a mulher foi correndo até os policiais, nervosa e com medo. Ela disse que, além de ser mantida presa em casa, também sofreu agressões físicas e verbais do seu marido durante esses dias.


Os policiais perceberam que a mulher estava com dificuldade para falar, por conta dos enforcamentos do agressor e que tinha vários machucados pelo corpo. Ela disse ainda que foi arrastada pelo interior da residência, e que apanhava todos os dias, na presença da sua filha.


A mulher contou que mora com o homem desde 2018. Do relacionamento, nasceu a menina de um ano, e desde o ano passado a vítima sofre as constantes agressões do marido. Ela já havia registrado um boletim de ocorrência contra ele.


Após consulta no sistema da polícia, foi descoberto que o homem tinha uma longa ficha criminal. Dentre os crimes, ele responde por homicídio, latrocínio e tráfico de drogas. Ele usava isso para amedrontar a mulher.


Em buscas pela casa, ainda foi encontrado um revólver calibre 32, uma espingarda calibre 36 e 14 munições.


O homem foi preso e o caso será investigado pela Polícia Civil.


FONTE: REPÓRTER MT

Postagem Anterior Próxima Postagem