Incêndio atinge Santuário dos Elefantes e queima grande parte da propriedade; veja vídeo


 

O Santuário dos Elefantes Brasil foi atingido pelo fogo que tem devastado o Pantanal nesta sexta-feira (9). Segundo informações, o incêndio destruiu grande parte da propriedade, mas foi contido e não causou maiores danos. Os cinco elefantes resgatados que residem no Santuário foram encaminhados para uma região de dois hectares, próximo a cuidados veterinários, e estão bem.


Leia mais:
Queimadas destroem 99% de terra indígena e 2,1 milhões de hectares do Pantanal

Uma técnica de corta-fogo mal-sucedida em uma propriedade vizinha seria responsável pelo incêndio que se alastrou pelo setor norte do Santuário. Uma equipe do Corpo de Bombeiros, brigadistas, funcionários e vizinhos entraram em ação para o combate, mas o terreno irregular e mudança da rota dos ventos dificultam o controle.
 

O fogo foi contido devido a um plano de contingência do próprio Santuário, que já estava em alerta e preparado com tratores, caminhão pipa e outros recursos. Grande parte da propriedade foi tomada pelo fogo.

Maia, Rana, Lady, Mara e Bambi, que chegou ao espaço nos últimos dias, foram encaminhadas para três recintos próximos a uma área de de cuidados veterinários, com dois hectares. Os cinco animais estão bem e se alimentando normalmente. Não há qualquer sinal de estresse devido a situação enfrentada.

2,1 milhões de hectares destruídos

Segundo um levantamento feito pelo Laboratório de Aplicações de Satélites Ambientais (Lasa), da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), as queimadas destruíram 99% da Terra Indígena Perigara, localizada em Barão de Melgaço (a 110 km de Cuiabá) e 2,1 milhões de hectares do bioma. Os dados foram divulgados na última terça-feira (6).

Os meses de agosto e setembro foram os que registraram um maior número de destruição pelas queimadas. Em agosto, foram 664 mil hectares destruídos, enquanto em setembro a área devastada corresponde a 1,117 milhão de hectares. Entre janeiro e 3 de outubro, o número total destruído soma 2,160 milhões, com uma margem de erro de mais ou menos de 20%.

A área devastada em 2020 é bem superior a 2019, quando foi registrado 317 mil hectares. Naquele ano, o Pantanal Mato-Grossense foi o melhor preservado, enquanto o Pantanal Sul-Mato-Grossense teve 1,3 milhão de hectares destruídos pela força do fogo.

OLHAR DIRETO
Postagem Anterior Próxima Postagem