Mais de 90 prefeitos se candidataram à reeleição em Mato Grosso



 Dos 141 prefeitos mato-grossenses, 109 podem concorrer à reeleição, mas somente 91 deles vão pleitear novo mandato, sendo que 18 optaram por não disputar as eleições municipais de 2020.

 

Leia também
Barranco afirma que MT terá ‘novo pico’ de Covid-19 em 15 dias e que não há segurança para voltar às aulas

 
O levantamento foi feito pela Coordenação Jurídica da Associação Mato-grossense dos Municípios-AMM, baseado em informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A pesquisa também aponta que em 32 municípios os prefeitos já são reeleitos e em sete cidades haverá candidatura única ao cargo de chefe do executivo municipal.
 
O presidente da AMM, Neurilan Fraga, explicou que o prefeito é um agente político com atribuições muito importantes e que os eleitos terão a grande responsabilidade de atender as demandas locais e as expectativas dos cidadãos.
 
"Parabenizamos todos os prefeitos que irão tentar um novo mandato e os demais candidatos que vão participar dessas eleições, que serão atípicas, considerando o contexto da pandemia, que estabelece várias restrições na forma de fazer campanha", assinalou.
 
A AMM está orientando os prefeitos sobre os procedimentos a serem adotados no período eleitoral, que estabelece uma série de condutas vedadas, sob pena de diversas sanções, como multas, cassação de registro de candidatura, reprovação de contas, inelegibilidade, entre outras. Em setembro a instituição realizou uma reunião por videoconferência que contou com a participação de especialistas que esclareceram as principais dúvidas dos líderes municipais. Além disso, a equipe jurídica da instituição elaborou uma cartilha eleitoral que foi disponibilizada aos municípios.
 
As eleições serão realizadas em 15 de novembro e em Mato Grosso 2.317.102 eleitores estão aptos a votar, de acordo com o Tribunal Regional Eleitoral.  O eleitorado está distribuído nos 141 municípios, sendo que Cuiabá é o maior colégio eleitoral, com 378.097 eleitores, seguido por Várzea Grande com 160.409. Araguainha, que conta com 1.001 eleitores, é considerado o menor colégio eleitoral do país.

OLHAR DIRETO
Postagem Anterior Próxima Postagem