Wilson 'cobra' que Ulysses não vá à reeleição e diz que deputado do PSL tem muito o que aprender sobre política


 

A segunda votação do Projeto de Lei que dava o direito de reeleição no Tribunal de Contas e no Ministério Público de Contas foi retirado de pauta devido ao baixo quórum na sessão matutitna da última quarta-feira (21) na Assembleia Legislativa. Porém, dentro da discussão desse projeto, os deputados Wilson Santos (PSDB) e Ulysses Moraes (PSL) protagonizaram um embate de mais de 15 minutos sobre reeleição, liberalismo e tempo partidário. 

PUBLICIDADE

Leia mais:
Emanuelzinho diz que governador não mexeu ‘um pauzinho’ para resolver questão do VLT

Wilson usou de toda experiência na oratória para responder ao colega de parlamento, Ulysses, que falou ser contra reeleição no Tribunal de Contas, pois quem criou isso foi o ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso (PSDB).

"O senhor parece que não vai para a reeleição de 2022. É contra a reeleição. Ao usar esse discurso, o senhor vai na contramão  e afirma que não será candidato. Eu sou candidato. Eu já estou inclusive pedindo voto. O senhor precisa se decidir onde fica, pois eu sou um homem partidário e sigo pessoas que tem história. Para falar de Fernando Henrique precisa saber de história", disse Wilson.

Ulysses rebateu, ouviu a resposta de Wilson e disse que é contra reeleição em órgãos do Executivo e que fazem ordenações de despesas. "O tempo que tenho de idade, esse deputado [Wilson Santos] tem de parlamento. Sou contra reeleição em executivos e ordenadores de despesas. E daqui dois anos estarei dois anos pedindo voto. Talvez as gerações antigas não fizeram direito o trabalho. Não sou aqui servo e nem idolatro nenhum político antigo, como disse o senhor sobre Dante. Sou discípulo do povo", disse o deputado.

Wilson, por fim, chamou Ulysses de "caçulinha" e que ele precisa aprender muito sobre política e eleição. Porque é o processo eleitoral é o maior meio da democracia funcionar. Já que o deputado não aceite, que ele fique fora do processo de 2022. 

"O senhor tem muito o que aprender, deputado Ulysses. Eleição é um método pacífico e muito democrático. Por ser nosso caçulinha, o senhor vai aprender muito", comentou.


OLHAR DIRETO
Postagem Anterior Próxima Postagem