Justiça determina que Leitão retire do ar ou reedite propagandas com Jayme, Lucimar e Wellington


 

Justiça Eleitoral catou parcialmente pedido liminar do candidato na eleição suplementar ao Senado, Carlos Fávaro (PSD), e determinou que o também postulante ao cargo, Nilson Leitão (PSDB), readeque propagandas irregulares que contam com depoimentos de Jayme Campos (DEM), Lucimar Campos (DEM) e Wellington Fagundes (PL). As participações dos apoiadores superam tempo permitido por lei.


Em uma das propagandas, Wellington Fagundes diz: “Nilson Leitão está pronto e preparado para ser o nosso novo senador, já chega em Brasília com força política e apoio para integrar todo o nosso estado”.


Em outra peça, Lucimar Campos afirma: “Nilson Leitão é aquele que tem a experiência, é aquele que tem conhecimento em Brasília e tem conhecimento de tudo aquilo que o estado de Mato Grosso precisa. Várzea Grande está com Nilson Leitão”.


A propagando com Jayme Campos, por sua vez, relata: “não podemos transformar o Senado ou a Câmara em laboratório de experiência. Como Senador da República, eu ficaria muito feliz em ter ao meu lado Nilson Leitão como Senador”.

 

 O juiz eleitoral Edson Dias Rei acatou parcialmente liminar para determinar que Nilson Leitão se abstenha de veicular as propagandas, sanando as irregularidades imediatamente. Decisão estabelece multa de R$ 30 mil em caso de descumprimento.


OLHAR DIRETO

Postagem Anterior Próxima Postagem