Prefeito ganha eleição por oito votos em MT; veja lista das vitórias mais apertadas

 




Oito votos. Essa foi a diferença que deu a vitória para Toninho Tijolinho (PDT) contra Antônio Biotto (DEM), na cidade de Itaúba (572 quilômetros de Cuiabá), nas eleições municipais deste ano. Olhar Direto fez um levantamento no site do Tribunal Superior Eleitoral e lista as disputas mais apertadas de Mato Grosso no pleito que ocorreu no último domingo.

Em cidades menores do interior, onde o cada voto é disputado de forma ferrenha pelos candidatos, é comum ver pleitos serem decididos por uma diferença bastante apertada. Este foi o caso de Itaúba, onde Toninho Tijolinho recebeu 1.185 votos, oito a mais que Antonio Biotto, que terminou com 1.177

Ao Olhar Direto, o prefeito eleito de Itaúba, Toninho Tijolinho, comentou sobre a vitória apertada: "A nossa responsabilidade é ainda maior. A cidade está dividida, saíram quatro candidatos, dois da mesma área que é a nossa, do povo mais humilde. Tinhamos este nicho na nossa campanha. Saiu um empresário, que já tinha sua linha de votação, uma campanha mais estruturada que a nossa. Por isso deu esta margem pequena".


"Eu tinha fé em Deus que ganharíamos a eleição. A diferença é o que menos importa agora. Queremos dar continuidade no que o atual prefeito fez e vamos focar bastante na Saúde e Educação. Queremos chegar nos mais humildes, na população que precisa de nós. Estamos às margens da BR-163, temos um rio vivo aqui. Agora, a cidade precisa se unir, não tem mais adversários, precisamos nos juntar para fazer o município crescer. Só tenho a agradecer todos os votos e agora é momento de trabalhar", finalizou o prefeito eleito.



Outra cidade que teve uma disputa bastante acirrada foi Jangada (70 quilômetros de Cuiabá). Lá, foram três candidatos que terminaram com uma diferença bem pequena. Rogério Meira (PP) foi o escolhido para o cargo com 1.699 votos, somente nova a mais que Gauchinho (PSD), que terminou com 1.690 e 44 a mais que o terceiro colocado, Garrincha Mendes (DEM), que teve 1.655.

Duas cidades tiveram os seus prefeitos definidos com apenas 14 votos de diferença. A primeira foi Guiratinga, onde Barga Rosa (DEM) teve 3.060 votos, contra 1.046 de Humberto Domingues Bolinha (PSDB). Já em Ribeirão Cascalheira, Luzia Brandão (SD) teve 1.711, contra 1.697 do Dr. José, que ficou em segundo.

Em outros dois municípios, a diferença foi de apenas 18 votos. O primeiro foi Araguainha, que tem o menor colégio eleitoral de Mato Grosso. Lá, Chiquinho (PSL) bateu Silvinho (DEM) por 464 a 446. Em Nova Marilândia, Jefferson Souto (PP) teve 1.066, contra 1.048 de Juvenal Alexandre.

Em Serra Nova Dourada, Elson Mará (PP) venceu Frittz (MDB) por 409 votos a 388, uma diferença de apenas 21 pessoas. Gheysa Borgato (PSD) se tornará prefeita de Glória D’Oeste após bater Paulo Remédio (DEM) por 1.113 a 1.088, tendo recebido 25 votos a mais que o adversário
.
 
Confira a lista das disputas mais apertadas:
 
Itaúba – 8 votos
Toninho Tijolinho (PDT) – 1.185 x Antonio Biotto (DEM) – 1.177
 
Jangada – 9 votos
Rogério Meira (PP) – 1.699 x Gauchinho (PSD) – 1.690 x Garrincha Mendes (DEM) – 1.655
 
Guiratinga – 14 votos
Barga Rosa (DEM) – 3.060 x Humberto Domingues Bolinha (PSDB) – 3.046
 
Ribeirão Cascalheira – 14 votos
Luzia Brandão (SD) – 1.711 x Dr. José (PSB) – 1.697
 
Araguainha – 18 votos
Chiquinho (PSL) – 464 x Silvinho (DEM) – 446
 
Nova Marilândia – 18 votos
Jefferson Souto (PP) – 1.066 x Juvenal Alexandre (PSDB) – 1.048
 
Serra Nova Dourada – 21 votos
Elson Mará (PP) – 409 votos x Frittz (MDB) – 388
 
Glória D’Oeste – 25 votos
Gheysa Borgato (PSD) 1.113 x Paulo Remédio (DEM) – 1.088

OLHAR DIRETO

Postagem Anterior Próxima Postagem