Prefeito nega que tenha prometido trocar 100% do secretariado e anuncia ‘rodízio’




O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), candidato à reeleição em Cuiabá, negou que tenha prometido à Gisela Simona (PROS) a troca de todo seu secretariado. A ex-candidata, que fico em terceiro lugar no primeiro turno das eleições, havia dito à imprensa que uma de suas condições para declarar apoio a Emanuel seria esta troca. Na quinta-feira (19), Gisela acabou declarando apoio ao outro candidato, Abílio Junior, do Podemos.

“Eu ouvi a fala da candidata Gisela... eu não disse que poderia trocar 100% do secretariado. O que eu disse é que reoxigenação na gestão pública é importante, e que sendo reeleito o secretário que está no cargo não ficaria naquele cargo novamente”, disse Emanuel. Segundo o prefeito, o secretário poderia até continuar na gestão, mas não à frente da mesma pasta.

“Por exemplo, o Stopa, que ficou quase oito anos entre a gestão do Mauro Mendes e a minha na Serviços Urbanos. Mesmo como vice, ele não volta para Serviços Urbanos. Pode até ser secretário de educação, de obras, de governo, mas não na mesma gestão. O Samaniego, que é secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano e Sustentável, presidente do CREA, se ele ficar na gestão, ele não fica na mesma pasta. O que eu falei é o rodízio, a reoxigenação das pastas da gestão, não necessariamente que não vai ficar nenhum secretário”, declarou o prefeito.

Esta troca seria, segundo Gisela, uma das necessidades apresentadas para que ela apoiasse Emanuel Pinheiro. De Abílio, ela teria exigido uma retratação em relação à pauta das mulheres, que ele mantesse funcionando o Conselho Municipal de Cultura e mudasse sua postura frente aos servidores.

Abílio acabou oferecendo a Secretaria Municipal da Mulher para que Gisela assumisse. O apoio da ex-candidata, que teve mais de 52 mil votos no primeiro turno das eleições, foi oficializado nesta quinta-feira (19).

OLHAR DIRETO
Postagem Anterior Próxima Postagem