Evento no Parque das Águas deveria ter 300 pessoas e terminar às 23h; Prefeitura investiga




A festa realizada neste sábado (19) no Parque das Águas, que causou indignação nas redes sociais por conta da grande aglomeração de pessoas, sem máscaras e distanciamento, foi autorizada pela Prefeitura de Cuiabá. No entanto, o evento deveria ter somente 300 pessoas e acontecer das 17h às 23h, respeitando as normas recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS).


Segundo nota enviada pela Prefeitura, a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano e Sustentável, juntamente com a Empresa Cuiabana de Zeladoria e Serviços Urbanos (Limpurb), responsável por administrar o Parque das Águas, emitiram autorização para a realização de evento no último sábado (19) no local.

“Entretanto, o documento liberava a participação de apenas 300 pessoas, das 17h às 23h, com comprometimento registrado de que a empresa seguiria as normas de biossegurança em razão da pandemia do novo Coronavírus, como uso de máscara, distanciamento de 1,5m e disponibilização de álcool 70% ao público”, explica a nota.

Nos vídeos compartilhados pelo próprio público, é possível ver que o distanciamento social não foi respeitado, assim como o uso de máscaras. O evento poderia acontecer, com base no decreto 8.204, de 19 de novembro de 2020, que autoriza a realização de eventos, respeitando o limite de 70% da capacidade total do ambiente.

De acordo com a assessoria de imprensa da Prefeitura, o município vai apurar as denúncias sobre aglomeração para tomar as devidas providências.

Um dos organizadores da festa, Igor Noda, se manifestou à respeito das denúncias: “Nós fizemos tudo que estava ao nosso alcance. Só podia entrar com máscara, mas infelizmente as pessoas tiram. La o espaço era grande, o evento trabalhou com menos de 50% da sua capacidade... havia em todas mesas álcool em gel”.

Festa

A festa, organizaca pela Aram Produções, trouxe o DJ Vintage Culture, além de outros como Luciano Lyllo, Thalisson, Douglas Mariusso e Fábio Serra.

O ingresso para a festa custava R$ 300, mas também era obrigatória a doação de um quilo de alimento não perecível, que seria doado para a campanha “Natal Sem Fome”, organizada pela primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro, e pela Secretaria Municipal de Assistência Social.

No dia anterior à festa no Parque das Águas, na casa de shows Musiva, um show da dupla Bruno e Marrone também reuniu grande quantidade de pessoas, a maioria sem máscaras.

OLHAR DIRETO
Postagem Anterior Próxima Postagem