Investigador da Polícia Civil morre vítima de covid-19 após 40 dias internado na UTI




Um investigador da Polícia Judiciária Civil (PJC), identificado como Jucelei César Domingos, conhecido como Pepe, da Delegacia Especializada do Adolescente (DEA) de Várzea Grande, faleceu na noite desta segunda-feira (7), vítima de covid-19. Jucelei estava internado em uma Unidade de Terapia Intensiva há aproximadamente 40 dias, no Hospital Santa Casa.


Chefe de operações da DEA de Várzea Grande, Glaucio Galvão de Assis, lamentou a morte do amigo, o qual lembra como alguém que não tinha nada que o desabonasse, sempre em busca de aprendizagem, e que buscava o bem de todos com que convivia.

“Gostaria de externar todo o meu carinho, agradecimento e compaixão pelo nosso companheiro e dizer que não só a equipe da DEA-VG, mas todos os policiais que tiveram o prazer de conviver com o ‘Pepe’ que ele era um dos melhores policiais na ativa. O homem faz planos mas é Deus que guia os passos então não digo que o perdemos mas que o ganhamos para Deus”, disse.

O delegado-geral da Polícia Civil, Mário Dermeval, também lamenta a morte do investigador. “Profissional correto, competente e trabalhador e que fará muita falta à instituição. Infelizmente essa doença é traiçoeira e mesmo com todos os cuidados empregados, o contágio foge a esse alcance”, disse.

O sepultamento do corpo ocorreu às 11 horas no Cemitério Recanto da Paz, no Jardim dos Estados, em Várzea Grande, onde os policiais da DEA-VG prestaram as últimas homenagens ao colega.


OLHAR DIRETO
Postagem Anterior Próxima Postagem