PRESENTE DE NATAL PARA A POPULAÇÃO: Às vésperas de Natal, Câmara de Cuiabá volta a aumentar Verba Indenizatória para R$ 18 mil


Às vésperas de Natal e praticamente sem divulgação, a Câmara de Vereadores de Cuiabá votou para aumentar a Verba Indenizatória de R$ 9 para 18,9 mil. Foram 16 votos contra cinco, além de três ausências.


Votaram contra os vereadores Abílio Júnior (Podemos), Felipe Wellaton (Cidadania), Toninho de Souza (PSDB), Diego Guimarães (Cidadania) e Dilemário Alencar (Podemos).

Durante a votação realizada em sessão extraordinária na manhã desta quinta-feira (24), o vereador Chico 2000 (PL) disse que os vereadores da oposição votaram contra, porém se beneficiariam com a verba ao longo dos quatro anos de mandato.

"Votaram contra porque não estarão mais nessa casa, mas quando estavam aqui não abriram mão da verba indenizatória".

Ele ainda acrescentou que a Lei da Verba Indenizatória foi redigida por Diego Guimarães, e que se tratava de uma hipocrisia o voto contrário.

“Nos bastidores, ele é um, na mídia é outro. Vossa excelência não precisa disso. Hipocrisia comigo não”, afirmou Chico 2000.

Outros vereadores também disseram que os parlamentares que votaram contra, fizeram isso para “jogar para a plateia”, ou seja, os eleitores, mas nos bastidores, seriam defensores da VI.

O novo projeto da VI se deu após um embate jurídico acerca do aumento concedido aos vereadores através da Lei Municipal nº. 5.643/2013. O valor inicial era de R$ 18 mil e teve a redução para R$ 9 mil.

vale ressaltar que além desta verba indenizatória, os vereadores recebem 15 mil reais de salário.


OLHAR DIRETO
Postagem Anterior Próxima Postagem