Sargento Vidal espera que nova Legislação não reabra CPI do Paletó: "se reabrir, voto contra"




O vereador eleito por Cuiabá, Sargento Vidal (Pros), disse que se a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do "Paletó", for reaberta para investigar o prefeito de Cuiabá por conta de supostos recebimentos de propina enquanto ele era deputado, ele será um dos que irá votar contra. 


Na visão do parlamentar, o caso deve ser enterrado pela Câmera por já ter sofrido outras derrotas, e agora o passo da investigação deve ser feito pelo Ministério Público Federal. Segundo ele, não é só porque a CPI investigaria o prefeito que ela deveria ser reaberta. "A questão do Paletó é com o Ministério Público. Se reabrir, eu voto contra", disse o vereador, que irá tomar posse dia 1º de janeiro. 

Vidal ainda disse que com ele como vereador, a Câmara vai trabalhar para construir uma cidade futurista. "Em janeiro nós entramos na Câmara para resolver as coisas de janeiro para frente. E a minha ideia é construir. Temos que ser futuristas", acrescentou.

O partido do sargento fez oposição a Emanuel Pinheiro (MDB) nos dois turnos da eleição cuiabana. No primeiro apoiou Gisela Simona (PROS) e no segundo, Abílio Júnior (PODE). Porém, na visão do parlamentar, não se pode existir oposição ou base. Todos tem que trabalhar por Cuiabá. 

"A Câmara Municipal é um poder à parte, fiscalizador das obras do prefeito. Não pode ser oposição nunca. Seremos independentes", concluiu o vereador.

OLHAR DIRETO
Postagem Anterior Próxima Postagem