Homem que assassinou sobrinha de prefeito de MT nos EUA deixou bilhete antes de se matar




O brasileiro identificado como Geraldo Nunes, que matou Lídia Lúcia Ferreira Borges, de 28 anos, sobrinha do prefeito de Vila Rica (a 1.100 quilômetros de Cuiabá), Abmael Borges, em South San Francisco, nos Estados Unidos, deixou um bilhete antes de tirar a própria vida. O conteúdo da nota, no entanto, não foi divulgado pelo Departamento de Polícia da cidade. O crime ocorreu em dezembro de 2019 e o caso continua sendo apurado pelos legistas. 

Ao Olhar Direto o sargento Ken Chetcuti, do Departamento de Polícia de South San Francisco, confirmou que as investigações apontaram para um homicídio seguido de suicídio. Segundo ele o autor do assassinato, Geraldo Nunes, deixou um bilhete no local do crime. O conteúdo, no entanto, não foi divulgado.

O sargento ainda afirmou que o caso continua sendo apurado pelos legistas e até o momento não há mais detalhes a serem divulgados. A irmã de Lídia está no Estados Unidos e possui uma procuração no nome da mãe da vítima, para tentar liberar o corpo e prosseguir com o translado para o Brasil. Lídia deve ser enterrada em Caldas Novas (GO), onde mora sua mãe.

OLHAR DIRETO
Postagem Anterior Próxima Postagem