Kedma cita abalo psicológico e dá novos detalhes de agressão em SC; veja vídeos



A cuiabana Kedma Oliveira, de 26 anos, que foi agredida pelo empresário José Derli, em Florianópolis (SC), no dia 3 de janeiro, deu novos detalhes do episódio nos stories do Instagram, na tarde desta terça-feira (12). Na ocasião, citou que está abalada psicologicamente e afirmou que emagreceu por conta do ocorrido.

“As coisas me afetaram de uma forma que minha rotina muda, minha alimentação muda. Tudo muda, tudo é alterado. Eu já pedi peso, não tinha o apetite que eu tinha antes para comer, não bebo água, não faço minhas atividades rotineiras, tenho ansiedade, tudo eu sei porque meu emocional está muito abalado ainda. Mas eu sei que vou me recuperar, todo mundo passa por problemas e eu sou forte”, afirmou.

A jovem ainda contou que o pai de José Derli a segurou para que ela se controlasse. “Independente se a gente ficar junto ou não, acho que não é justo as pessoas estarem atacando ele dessa forma, como se ele tivesse sido o agressor. Eu tenho um processo contra o filho dele no qual o pai está como testemunha. Estou contra o filho dele”, acrescentou.

“Ele não me segurou para o filho dele bater. Ele pode ter errado em questão de momento por não ter me dado o devido apoio, mas eu já ouvi a versão dele e eu tento compreender”, pontuou.

Veja vídeos:




  

Empresário nega agressão

O advogado Willian Khalil emitiu uma nota em defesa do empresário José Derli e informou que os relatos divulgados não correspondem com a verdade e que no momento oportuno e no campo certo, serão devidamente esclarecidos.

“Na busca da verdade, confiando plenamente no Poder Judiciário. Qualquer comentário ou afirmação não passará de mera especulação e tentativa de distorcer a verdade com intuito de se aproveitar do momento”, finaliza a nota.

OLHAR DIRETO
Postagem Anterior Próxima Postagem