Políticos e autoridades vão à Baía de Chacororé em busca de soluções para seca severa no Pantanal



Uma comitiva de deputados da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, políticos de Santo Antonio de Leverger e Barão de Melgaço, Polícia Militar Ambiental, Ciopaer, membros do Ministério Público e Tribunal de Justiça do Estado, estão nesta quinta-feira (14) percorrendo a região da Baia de Chacororé, em Barão de Melgaço, para tentar criar um estudo que possa auxiliar na solução do problema que causou a seca severa em diversas áreas do Pantanal.



Segundo o deputado Allan Kardec (PDT), que coordena o grupo de estudos e trabalhos do parlamento, vários corixos estão com canais interrompidos e isso está causando o desabastecimento da área desde o ano passado. Os corixos, conforme explicou o deputado, são os canais ligam águas das baías, lagoas e lagos, com os rios próximos, nesse caso com o Rio Cuiabá.



“Nós temos esse levantamento dos corixos tampados e esse corixos viraram pequenos pântanos. Essa obstrução causou essa seca aqui. O importante é desobstruir, desassorear e limpar esses espaços para que a água do rio possa alimentar aqui. A água do Rio Cuiabá alimenta a Baía de Chacororé e por falta de chuva também causa essa aqui. Mas tem outros fatores. O maior deles é essa obstrução dos canais”, explicou Kardec.



O deputado Max Russi (PSB), secretário-geral da Assembleia, também esteve na reunião e pediu que essa ação não fique só em foto ou vídeo, mas sim em ação. E ele mesmo irá falar com o governador para que o secretário Marcelo Padeiro, da Sinfra, e Maurrem Lazzaretti, da Sema, possam acelerar os trabalhos para que essa seca na Baía de Chacororé não se alongue para outros anos.

“O grupo dos deputados está empenhado em cobrar do Palácio Paiaguás uma posição para organizar uma solução rápida para essa situação. Isso aqui vira mídia nacional e internacional negativa para nós. O que adianta ser líder de exportação e plantação, mas não resolve o problema do Pantanal? Nada. Então vamos acelerar esse processo, para recuperar a natureza da Baía de Chacororé”, Russi.



João Batista, deputado do Pros, também acompanhou a comitiva e frisou que a aliança de trabalho pode fortalecer as ações e principalmente dar uma resposta. “O que parece não ter solução, tem sim. Tem que ser feito um estudo e uma desobstrução urgente da situação. O Poder público precisa assumir a responsabilidade também”.


OLHAR DIRETO
Postagem Anterior Próxima Postagem