‘TATUZINHO DO MAL’ E ‘CHURK’: Dupla invadiu Açofer e assaltou PMs com arma alugada em Cuiabá; 4 foram presos


Durante a operação, os policiais descobriram que a dupla havia alugado a arma de fogo que usaram na invasão à Açofer.

Dois primos de ‘Tatuzinho’ são identificados por participação no crime e também foram presos nesse sábado (09), em Cuiabá. Um quinto envolvido ainda é procurado.

MÁRIO ANDREAZZA
REPORTERMT


Após cinco dias de buscas pelos assaltantes que invadiram a loja e ferragens Açofer, localizada no bairro CPA 3, em Cuiabá, no último dia 4, onde roubaram as armas e os documentos de dois policiais, a Polícia Militar (PM) prendeu, nesse sábado (09), em Cuiabá, os ladrões e mais dois bandidos envolvidos no crime.

Durante a operação, os policiais descobriram que a dupla havia alugado a arma de fogo que usaram na invasão à Açofer.

De acordo com a ocorrência, a equipe de inteligência da PM conseguiu identificar os dois bandidos que invadiram o estabelecimento, sendo um deles chamado de ‘Tatuzinho do Mal’, já conhecido da polícia pelas sete passagens criminais, e o comparsa identificado como Churk, com passagens por diversos crimes desde que era menor de idade.

Os militares localizaram primeiro a casa da avó de Churk, no bairro Novo Paraíso 1. Na residência foi localizado um revólver calibre .38, com numeração raspada, que segundo o criminoso, seria a arma alugada no dia do crime para o ‘parceiro’.

O assaltante foi preso e direcionou a guarnição à casa de ‘Tatuzinho’, uma quitinete no mesmo bairro, onde o ladrão foi encontrado e preso.

Questionado sobre as armas roubadas dos PMs, Tatuzinho respondeu que ficou apenas com uma das armas e a outra entregou para o primo, que mora no bairro Jardim Vitória.

Os policiais seguiram para o endereço, encontraram o primo do assaltante, identificado pelas iniciais A.D.S.C, esse disse que tinha entregado a pistola para sua irmã, G.A.M., moradora do mesmo bairro. A PM seguiu para o endereço da acusada, que entregou a arma com dez munições intactas. Ela também recebeu voz de prisão.

A segunda pistola roubada dos policiais no dia do crime não foi localizada, pois, segundo os criminosos, a arma foi entregue a um quinto envolvido no assalto, porém, o bandido não foi localizado no endereço indicado pelos comparsas, no bairro Praeiro.

A ocorrência, que foi registrada por crimes de roubo, posse ilegal de arma de fogo, formação de quadrilha e receptação, foi encaminhada à Delegacia de Polícia Civil junto do bando e armas apreendias. 

As buscas continuam pelo paradeiro do quinto envolvido no assalto e pela arma do policial roubado.
Postagem Anterior Próxima Postagem